terça-feira, 24 de junho de 2014

Um verdadeiro vereador da cultura que só não deve gostar de (alguma) fotografia....

foto sacada daqui
Não há dúvidas que aquela máxima que ouvimos entre dentes, relativamente ao desempenho dos vereadores figueirenses é cada vez menos verdadeira.
A tal máxima diz que os vereadores figueirenses para fora do concelho, dão a imagem que trabalham muito e são vistos como excelentes políticos, enquanto cá dentro andam a preguiçar e dormitando umas sestas, esquecendo o trabalho, tornado-se por isso laxivos.
Não é, de todo, o caso do vereador da cultura que não perde uma inauguração de uma exposição no CAE...
Quer dizer, tirando a devida excepção que,  como sempre, confirma a regra, de algumas de fotografia...

13 comentários:

Anónimo disse...

Nada que não estejamos habituados.
quando é para o penajo convem lá estar.
Com artistas da terra não dá tanta pinta e tambem nem todos podem gostar de fotografias.

Anónimo disse...

A proxima esposição bem pode ter o nome de:AS MEMORIAS DO PISTOLEIRO DO OESTE.

Olímpio disse...

A arte misturada com politica, só pode dar cegueira e fazer de um pelouro da cultura,um espaço dos filhos e os enteados, está muito perto do sectarismo odioso do partido unico.

Olímpio disse...

Voltei ao assunto das fotografias, porque se não tenho sono (os velhos dormem pouco e deviam pensar sempre o melhor) mas o nosso artista da Vila de São Pedro, está apagar as"favas" por outras confrontações politicas, o que no meu entender são
perseguições azedas da própria politica, o que na minha ingenuidade? está errado. O Sr Tavares",não liga ao nosso PUTO" um artista da Vila e da cidade da Figueira, misturando a arte do Pedro, já reconhecida, com a tristeza da cega politica que detesto, porque para mim estão primeiro os valores que não deviam ter a chaga dos partidos.Perseguir o Pedro, por causa do tio, o Sr Tavares não fica bem na fotografia

Antonio Agostinho disse...

Caro Olímpio
O Pedro, sempre a convite dos serviços culturais da câmara Municipal da Figueira da Foz, já fez três exposições de fotografia. A saber: “ Recortes da Aldeia” no Núcleo Museológico do Mar, em Buarcos. ( Janeiro/ Março 2010)
- GENTES DO MAR, No Cae (Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz – 14 de Maio a 12 de Junho (2011)
GENTES DO MAR, no Núcleo Museológico do Mar, em Buarcos
20 de Junho a 25 de Setembro (2011). Neste momento, está patente no CAE Mural de Mário Belém - CAE de 28 de Maio a 29 de Junho, na Sala Afonso Cruz, no CAE - Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz.
Na inauguração de qualquer delas o vereador da cultura António Tavares, certamente por motivos de impossiblidade de agenda, não conseguiu estar presente.
Na última, nem ele nem ninguém dos serviços culturais da câmara ou do Cae.
Mas, isto nada deve ter a ver comigo. Eu sou uma pessoa e o Pedro é outra completamente diferente. É, apenas, meu sobrinho.
Foram só três ou quatro meras coincidências...
Apenas isso. Por aqui ninguém tem a mania da perseguição.

Rui Beja disse...

Todas as exposições que são realizadas nos espaços culturais da autarquia são aprovadas pelo Vereador da cultura, ou seja, foi António Tavares que aprovou todas as exposições que Pedro Cruz fez nos espaços do município! Como é que se pode, então, escrever que o Vereador persegue o "Pedro, por causa do tio"?! Até neste blogue, tem que haver um mínimo de decência e seriedade!

Antonio Agostinho disse...

"Todas as exposições que são realizadas nos espaços culturais da autarquia são aprovadas pelo Vereador da cultura, ou seja, foi António Tavares que aprovou todas as exposições que Pedro Cruz fez nos espaços do município! Como é que se pode, então, escrever que o Vereador persegue o "Pedro, por causa do tio"?!"
Por uma vez estou em acordo com o Rui Beja...
Todavia, este blogue, tem comentários abertos. O comentador que fez o comentário identificou-se...
SE deu conta, eu tive o cuidado de responder...
"Na inauguração de qualquer delas o vereador da cultura António Tavares, certamente por motivos de impossibilidade de agenda, não conseguiu estar presente.
Na última, nem ele nem ninguém dos serviços culturais da câmara ou do Cae.
Mas, isto nada deve ter a ver comigo. Eu sou uma pessoa e o Pedro é outra completamente diferente. É, apenas, meu sobrinho.
Foram só três ou quatro meras coincidências...
Apenas isso. Por aqui ninguém tem a mania da perseguição."
É isso em que, piamente, acredito...
Foram só 3 ou 4 coincidências....
É verdade que o tema é melindroso... Mas não é meu hábito evitar questões melindrosas se interessam ao espaço público figueirense e merecem debate.
Por vezes, não é necessário procurar cabalas nem conspirações secretas nos meandros e nos corredores de poder para explicar atitudes e opiniões.
Há factos sociais...
Por exemplo, na Figueira, em geral, pode considerar-se que a Rádio, Televisão e Imprensa, formalmente, são livres, mas os jornalistas não...
Toda a gente minimamente atenta, sabe que é assim. Por isso, é que certos blogues são tão escrutinados e têm tanta audiência no meio cultural, social e politico figueirense.
Para desgosto e preocupação de alguns... Poucos.

M.FIGUEIREDO disse...

Também há outra exposição na calha----O PISTOLEIRO DO OESTE E SUS MUCHACHOS.

Olímpio disse...

Exmo Sr Rui Beja

Cumprimentos.
Tenho um defeito muito grave de não simpatizar com os polticos e sabendo
das controversias entre o Agostinho e o Sr António Tavares,(sabendo também que a politica vive de vinganças e de amigos partidários) admito que o meu juizo possa ser exagerado, mas não anda muito longe da realidade deste pobre país. De qualquer modo se provarem que estou errado, apresso-me com desculpas

Pedro Cruz disse...

O que posso dizer é que vou continuar a caminhar como até aqui tenho feito (dedicado, com vontade de apreender e fazer mais e melhor) Obrigado a todos aqueles que apoiam, que gostam e que não gostam. Todos vocês são importantes, acreditem!
Porém, continuo achar que não devia ser preciso ir para a Nazaré fotografar ondas gigantes para receber a atenção do senhor vereador da Cultura António Tavares.
Abraço

NICON disse...

Grande Pedro por mais que a ignorância vá em frente!
Vencerás com arte na tua lente.

o cu de judas disse...

ah! há! esta está boa, pois

o cu de judas disse...

ai vida que é tão curta para tantas politiquices, e mais não digo senão, ...