terça-feira, 14 de maio de 2013

Em outubro vamos continuar a ter um problema grave na Figueira…

Ao que tudo indica, os votantes vão ter um problema grave para resolver.
O panorama pré-autárquico que já estamos a viver, tem mostrado uma quase secura de ideias novas.
Mais uma vez, é fácil de antever, iremos ter  o mesmo de sempre.
Os dois principais candidatos e únicos até agora conhecidos, dividindo-se, para já,  entre uma “rata velha” e uma “vaca sagrada”,  mostram como a democracia, também  por aqui,   está velha e decrépita.
Neste momento,  a cerca de 4 meses das próximas autárquicas, nem Bloco, nem CDS, nem CDU, parecem que estão vivos -  e isto,  só por si, senão  demonstra tudo, diz muito...
A Figueira precisa (não sei se  merece…) uma revolução -  a de Abril não foi suficiente.
Quem tem andado sempre por aqui a boiar foram os abutres democráticos e a populaça não sabe, não vê, ou não quer ver,  que quem está a ser comido, são eles próprios e a sua  própria terra.
Entretanto, nas últimas décadas, a Figueira foi apodrecendo  às mãos dos salvadores iluminados – digo eu,  parasitas abençoados pelos próprios parasitados!..
Para mostrar o meu descontentamento, em outubro, como sempre,  vou até à urna de voto (que nome apropriado, pensando bem, o meu voto  morreu sempre ali mesmo!..) e VOTO… 
Estes políticos querem fazer de nós tolinhos – sei que isso vale de muito pouco, ou mesmo de nada, mas vou continuar a não colaborar com o "sistema"... 

2 comentários:

Anónimo disse...

Porque não aparecer uma coligação de esquerda: CDU,BE e outros independentes que não se revêem no panorama do bloco central de interesses...

António Agostinho disse...

Por mim, nada contra como aliás sugeri neste blogue um dias destes http://outramargem-visor.blogspot.pt/2013/04/vamos-ao-que-interessa-uma-verdadeira.html