.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

EM DEFESA DO HOSPITAL DISTRITAL DA FIGUEIRA AD FOZ

A comissão do movimento ad-hoc que tenta travar o encerramento de serviços no Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF) receia que na base das medidas esteja a abertura de três unidades de saúde privadas no distrito. Nelson Fernandes, do movimento, disse ontem, em conferência de imprensa, que as novas unidades “precisam de clientes”.
Para o Bloco Operatório encerrar às 02H00 as cirurgias só podem ser feitas, no máximo, até às 21H00. É que o anestesista tem de acompanhar o paciente, pelo menos durante três horas, após a intervenção. E há que contar o tempo médio da duração da operação.


Via AS BEIRAS

Sem comentários: