Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

sábado, 11 de outubro de 2008

Na minha Terra


Na minha Terra, há muitos anos que há onde comprar jornais.
Mas, na minha Terra, há muitos anos, não havia jornais à venda, nem televisão, nem rádio.
Agora, tudo é diferente.
Na minha Terra há onde comprar jornais.
Hoje, mesmo na minha Terra, os computadores até nos fazem entrar os jornais pela casa dentro...
Dizem-me que vivemos em democracia - porque se vota de vez em quando.
Dizem-me que vivemos em liberdade - porque se pode dizer mal do governo, da câmara ou da junta.
Na minha Terra, há muitos anos que há onde comprar jornais.
Mas, na minha Terra, houve muitos anos em que não havia jornais à venda, nem televisão, nem rádio.
Agora, tudo deveria ser diferente...
Na minha Terra há onde comprar jornais.
Mas, na minha Terra, continua a ler-se pouco.
Democracia?.. Liberdade?.. Na minha Terra, é como nas outras Terras do nosso País: “recolhemo-nos ao silêncio e à indiferença".

1 comentário:

Anónimo disse...

Recolhamo-nos então ao silêncio e à indeferença.