terça-feira, 21 de julho de 2009

Na mouche

foto sacada daqui
“.... uma das maiores dificuldades da Figueira foi o de sempre querer ter um pouco de tudo: turismo, porto e actividade portuária, indústria ... com o pensamento dos anos 50 do século passado.
Não fez apostas perspectivando o futuro. Acabou por...não ter referências significativas neste século! Um turismo sazonal, que durante o ano se coloca "em bicos de pés", com custos incomportáveis, para se poder afirmar; um porto que coloca dificuldades de navegação; uma indústria que não se afirma porque cria muitoa anticorpos, para não prejudicar outras actividades;... e quando surgem as oportunidades, serodiamente acorda para a realidade, debatendo e lamentando o que (não) foi feito para atrair investimento e desenvolvimento.
É um "filme" que passou (e vai continuando a passar a espaços ...) pela "sala de cinema" do burgo.”
Via quinto poder

1 comentário:

Amordemadrugada disse...

mas que mudança! lindo!
Besito