.

"Como todos sabem, há diversas modalidades de Estado. Os estados socialistas, os estados capitalistas e o estado a que chegámos" na Figueira.

sábado, 17 de setembro de 2011

Paulo Morais: um exemplo de coerência

Paulo Morais é um Homem digno, frontal e coerente. Fez (e continua a fazer) o que poucos em Portugal têm a ousadia e a coragem de fazer:  “colocou os interesses da comunidade à frente dos seus”.
Pelo menos, foi  assim que em Junho de 2008, quando  o PS era oposição na Figueira, foi avaliado por um então vereador socialista.
Paulo Morais, continua como era: coerente e frontal a afrontar os interesses instalados.
Vejam só o que disse ontem em Leça do Balio: “algumas empresas municipais "são sedes partidárias disfarçadas".
Na Figueira, em 2008, também era assim!.. Lembram-se?.. As empresas municipais eram então um prolongamento do PSD figueirense e distrital.
Espero que Paulo Morais não venha à nossa cidade dizer o que disse  na passada sexta-feira em Leça do Balio, Matosinhos, pois arrisca-se a ver virar-lhe as costas quem esteve ao seu lado em Junho de 2008, quando veio à Figueira apoiar a luta do “Vale do Galante”. É que alguns dos contestários de então, agora são, ou estão,  próximos do poder local!.. E isso fez toda a diferença.
Ninguém mo disse, mas eu sei do que falo...
Por mim, continuo a pensar o que pensava em Junho de 2008 o então vereador do PS:  “caso o país tivesse mais Homens com a fibra de Paulo Morais,e a sua luta desigual por mais justiça, não estaríamos na cauda da Europa.”

Sem comentários: