terça-feira, 22 de agosto de 2006

Uma entrevista (mais uma) do Presidente da Junta de São Pedro ao diário “as beiras”





“Com o turismo balnear e a população local a aumentarem de ano para ano, S. Pedro investe em novos equipamentos sociais para dar resposta à procura.As praias de S. Pedro são cada vez mais procuradas. Em Julho, o presidente da junta, Carlos Simão, garantia que "este mês bateu todos os recordes de banhistas". E Agosto está a superar o mês anterior. Por um lado, a melhoria das acessibilidades também tem tornado as praias de freguesia mais apetecíveis, por um lado. Por outro lado, os investimentos aplicados no embelezamento urbanístico têm contribuído para o aumento do nível da qualidade de vida da freguesia.Quem segue de Norte para Sul, depois de atravessar a Ponte Edgar Cardoso, que enlaça com a Ponte dos Arcos, depara-se com a primeira freguesia da margem sul. Que é a única freguesia urbana daquele lado do concelho. Neste lado do rio, são vários os motivos para se fazer uma paragem.Além das praias, S. Pedro assume-se como uma ponte para a Ilha da Morraceira, onde o olhar se perde por entre salinas e explorações piscícolas, com vista para a outra margem. S. Pedro é, também, a porta de entrada do Mondego na foz. O Estuário, por seu lado, é palco de investigação científica e de pesca artesanal. E um "estúdio" de fotografia ao ar livre, com cenários que só a natureza pode fabricar.Melhorar a qualidade de vidaComo freguesia urbana que é, S. Pedro tem vida para lá do Verão. De resto, a sua população tem aumentado de forma significativa, nos últimos oito anos, sobretudo por cauda de empreendimentos de habitação social. Atendendo à explosão demográfica, a junta e a câmara decidiram renovar as instalações das colectividades da freguesia.Desta forma, S. Pedro, famosa terra de pescadores e de varinas, aumenta a sua capacidade de resposta em termos culturais e recreativos, já que vão ser construídos modernos espaços multiusos. Obviamente que estes serviços também estarão à disposição dos visitantes.Entretanto, quem procura arte e cultura, basta atravessar a ponte: em S. Julião encontram-se o Centro de Artes e Espectáculos, o Casino, com programação diferente todos os dias, o museu e a biblioteca municipais, entre outros espaços de fruição cultural.”

5 comentários:

supremo magistrado disse...

Resumindo;
A Morraceira (os interesses do Pernas);
O crescimento nos últimos 8 anos (Figueira Domus, os interesses);
A renovação das Colectividades (leia-se Mocidade Covense e Maritimo da Gala, os interesses);
Urbanização do Alberto Gaspar (os interesses).
Obrigado pela clarificação.

Anónimo disse...

dor de coto é lixada SANTO AGOSTINHOOOO!

Agostinho disse...

Tenho um CD gravado, propositadamente, para acompanhar os meus momentos de dor-de-coto.

Ora, aqui vai a lista das músicas:
1.Fallin' (Alicia Keys)
2.Torn (Natalie Imbruglia)
3.Woman in Love (Barbra Streisand)
4.Mentira (João Pedro Pais)
5.Feel (Robbie Williams)
6.Wherever You Will Go (The Calling)
7.Don't Speak (No Doubt)
8.Bed Of Roses (Bon Jovi)
9.Vambora (Adriana Calcanhotto)
10.My Immortal (Evanescence)
11.Nothing Compares 2 U (Sineéad O'Connor)
12.Quem de Nós Dois (Ana Carolina)
13.Always (Bon Jovi)
14.My Heart Will Go On (Céline Dion)
15.Hero (Enrique Iglesias)
16.Everybody Hurts (R.E.M)
17.With Or Without You (U2)
18.Crazy (Aerosmith)
19.Bed Of Roses (Bon Jovi)
20.Left Outside Alone (Anastacia)

Que tal? Excelentes ou não, para momentos de dor-de-coto?
Não ajudam nada... Ora bolas, tenho que pensar em tudo! ...

castelo de areia disse...

Recomendo a todos os frequentadores deste blog que visitem a magnífica exposição de fotografias antigas da Figueira, patente no Museu Municipal. Entre outras preciosidades poderão observar fotografias da construção da Ponte dos Arcos em 1942/43.
Vale mesmo a pena ir até lá ver o que nós figueirenses fomos e em que nos tornámos...

a. tarraxco disse...

Lá iremos visitar essa exposição.
Vale sempre a pena a gente informar-se sobre coisas antigfas da nossa terra. Lá iremos.
e esta foto aérea da gala está muito boa. Vê-se tudo. Aquela zona de água mais escura deve ser a zona do pei-chespada.
E até pode ser que se veja algum nessa tal exposição. Como já foi há tanto tempo...