Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Malgrado tudo quanto se disse, hoje de manhã houve um olhar com “promessas de amores” pela Figueira…

foto Pedro Cruz,
sacada daqui
"O ministro da Saúde, Paulo Macedo disse esta sexta-feira, na Figueira da Foz que o Hospital Distrital (HDFF) vai manter o hospital de dia oncológico bem como a urgência médico cirúrgica, cujas instalações vão ser alargadas".

Esquizofrenia figueirense...

para ler melhor,
clicar em cima da imagem


Na  crónica  ao lado, sacada daqui,  que António Jorge Pedrosa publicou no jornal AS BEIRAS, ao que julgo ter percebido,  pareceu-me  que o cronista não dissocia o futuro da Figueira dos futuros políticos que os figueirenses elegerem!.. 
A meu ver bem, pois não  são realidades diversas!... 
A Figueira, em 2012, é o reflexo dos políticos que a têm gerido nos últimos anos - depois do falecido eng. Joaquim Jordão, registe-se, por ser verdade e ser justo. 
Querem que seja mais claro?... 
Lá vai...
Depois de dois anos e três meses de gestão que já leva o actual executivo municipal, ainda acham que o  presidente da câmara percebe patavina do assunto?..

Coerência

Lido no Público de hoje.

"O recém-empossado presidente do Centro Cultural de Belém (CCB), Vasco Graça Moura, fez distribuir ontem à tarde uma circular interna, na qual dá instruções aos serviços do CCB para não aplicarem o Acordo Ortográfico (AO) e para que os conversores - ferramenta informática que adapta os textos ao AO - sejam desinstalados de todos os computadores da instituição."

Registo e aprecio a coerência de Vasco da Graça Moura, nesta matéria.
Quem lê os textos que publico neste blogue, certamente que já verificou que eu também ainda não aderi ao acordo ortográfico.
Tal como outros, prefiro escrever com erros pessoais, a escrever com erros oficiais.

“Este Tempo”!..



"Continua toda a gente ou a assobiar para o ar ou a lavar as mãos como Pilatos", mas quem se lixou, mais uma vez, foi o mexilhão!... Nada de novo, aliás.
Em Portugal, a corda costuma arrebentar sempre do lado mais fraco.
O normal é pagar o justo pelo pecador.

Falência técnica, o Sporting?..

foto de Marisa Cruz
sacada daqui

O alarido que por aí vai com as conclusões da auditoria às contas do Sporting e à situação de falência técnica ali enunciada!..
Não é nada que já não tenha acontecido noutras auditorias... E com outros clubes... E com Portugal... E com muitas autarquias...
Basta ir ver os relatórios.
Tanto barulho para nada...
Vão ver que isto não passa de um detalhe técnico...
O Sporting só perdeu dinheiro todos os anos... Comprou mais do que vendeu... As receitas (reduzidas) não chegaram para as despesas (elevadas)... Para cobrir os resultados negativos fez sucessivos empréstimos ao longo dos anos...
Onde é que está a novidade?... Aliás, somos tão, tão bons, mas mesmo tão bons, que até já "a troika aprende connosco"!..

Praia da Cova-Gala

foto Pedro Cruz
Para ver melhor clicar em cima da imagem
A distribuição da riqueza é importante. Outrossim a da beleza.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Frio hoje?...

foto sacada daqui
Encontro-me  a relativamente poucos quilómetros de Lisboa.
Ao que ouço dizer por estes lados, nos próximos dias  vamos ter  uma vaga de frio.
A confirmar-se,  já sei que por aqui a geada até vai aleijar e a água vai congelar nos canos.
No momento em que escrevo este post, ainda nada disso se passou,  mas as queixas já são mais que muitas.
Estamos mal habituados é o que é. Ganhámos mais do que o que devíamos, gastamos mais do que podemos, somos uns mandriões, existem  muitos feriados, muitas férias, muitas pontes, etc. etc. etc.
Enfim, foi a desbunda total. Pelo menos é o que dizem os políticos...
Bom, mas estou a desviar-me do essencial...
Dizia eu,  que aqui a poucos quilómetros de Lisboa, ouço dizer que vem aí uma vaga de frio...
Mas, frio, frio, frio mesmo a sério, aconteceu no dia de hoje, mas há 58 anos...
Nesse dia 2 de Fevereiro de 1954, tinha eu nascido há 27 dias, até  nevou em Lisboa.
E como ainda não se sabia que os feriados eram um cancro social e económico, muitas escolas pararam as aulas para as crianças poderem brincar!..
E ainda há por aqui, quem se lembre desse dia 2 de Fevereiro de 1954!

Para que os defensores da ampliação do molhe norte da Figueira da Foz venham a ler o estudo, proponho ao seu autor que faça a capa com a Angelina Jolie vestida da maneira que quiser, inclua um poster da Isabel Figueira em biquini, sem descurar o pormenor de uma média de três fotos por página das nadadoras-salvadoras de Baywatch!..

foto de Alfredo Muñoz de Oliveira
"O estudo que José Nunes André está a concluir, sobre os efeitos do prolongamento do molhe norte da Figueira da Foz – sustentado na monitorização que está a ser efetuada através de perfis topográficos transversais de praia, realizados em 20 locais, entre Buarcos e S. Pedro de Moel –, confirma que o areal urbano figueirense está a aumentar. 
Por seu lado, nas praias a sul está a ocorrer erosão. O investigador lembra que situação idêntica já tinha ocorrido com a construção, na década de 60 do século XX, dos molhes iniciais."

Via AS BEIRAS

Desculpem lá o desabafo, mas ... foda-se!..


É tolerável, que num País à beira da  falência económica, uma Câmara endividada até ao tutano, 

Vídeo sacado daqui.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Olhe o seu futuro, doutor...

Ontem, Pedro Passos Coelho “alertou os militantes sociais-democratas que a hipótese de o PSD ganhar as próximas legislativas depende do cumprimento integral do acordo com a troika.”
Olhe que não, doutor, olhe que não doutor!..
Assim não vai lá doutor….
O povo, o bom povo, vota em quem promete que lhe melhorará a vida e em quem o engana!
Resumindo: vota sempre nos mesmos, de tanto se enganar…
Mas, que sei eu?...
Pobre povo!..
E pobre de mim….

Por causa de "uma investigação que pretende apurar o trajecto de um cidadão de nacionalidade guineense, que em 2006 poderá ter estado ao serviço da Naval como jogador de futebol...





...  o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) procedeu a buscas na sede da Naval 1.º de Maio."

Não haverá por aí uma figura pública endinheirada e com tempo (Presidente de Câmara já serve…) que dê formação a este sem-abrigo sobre como protelar o funcionamento da justiça e impedir pena de cadeia?...

“A tentativa de furto de um polvo e de um champô, no valor de 25,66 euros, valeu hoje a um sem-abrigo a condenação ao pagamento de uma multa de 250 euros, que pode ser substituída por trabalho comunitário.
A sentença vai agora transitar em julgado e, após 30 dias, o sem abrigo terá de ser notificado para cumprir a pena. Caso tal não aconteça, assim que for detectado pela polícia será detido para cumprir pena de prisão”!...

Via  DN.

Carnaval...


Acabei de ler aqui, que “os reis do carnaval vão ser hoje apresentados ao final da tarde, numa conferência de imprensa da responsabilidade da organização, a empresa municipal Figueira Grande Turismo (FGT), que dará igualmente a conhecer todo o programa do Carnaval Buarcos/Figueira da Foz.”
Contudo, segundo o que o Diário de Coimbra, “apurou, a grande atracção (o Rei do Carnaval) deverá ser Paulo Futre, o conhecido ex-jogador de futebol, que nos últimos meses voltou às páginas dos jornais (e televisões) devido a uma “famosa” conferência de imprensa em que se propunha resolver o problema de falta de adeptos no estádio de Alvalade com a contratação de um chinês que atrairia «resmas de charters da China», para assistir aos jogos.”
Pronto: lá venho lembrar, mais uma vez. Os dinheiros emprestados, que a Câmara mendiga por aí, a taxas superiores a 7%, na minha opinião, não deveriam servir para gastar em desfiles carnavalescos que alimentam e promovem a idiotice. Mas, se isso não fosse, por si só, relevante, eu esperava deste Executivo camarário – confesso que esperava mesmo – que tivesse o bom senso de não gastar o que tem, os poucos recursos que nos vão emprestando, que teremos de pagar com língua de palmo, em coisas assim como o Carnaval…
Bom, mas eu sou suspeito, pois tenho uma realção difícil com o Carnaval.
Tolero o Carnaval do mesmo modo que tolero uma greve dos transportes públicos: não me dá jeito nenhum, mas presumo que os organizadores terão as razões deles...
Portanto, siga o Carnaval.

José Santos, jornalista do Diário de Coimbra, na reforma a partir de hoje

foto sacada daqui

Em 3 de Fevereiro de 2007, quase há 5 anos, publiquei este post sobre  José Santos. Entre outras, coisas escrevi na altura.
“Há 30 anos, o jornalista José Santos abriu a delegação figueirense do Diário de Coimbra.
Na altura, foi um momento relevante na vida do Jornal e da própria cidade da Figueira da Foz.
Pouco depois, estava eu a dar os primeiros passos no jornalismo, fazendo parte da equipa do Barca Nova, tive oportunidade de conhecer o José Santos.
Nos contactos que ao longo de todos estes anos fui mantendo com o Zé Santos, sempre recebi (e procurei retribuir) provas de consideração, colaboração e respeito.”
Um abraço ao Zé com votos de saúde e longa vida.