.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sexta-feira, 29 de abril de 2011

O “faz de conta”…

Na passada quarta-feira o PS apresentou o Programa Eleitoral 2011/2015.
“Das 70 páginas, as primeiras 9 são o rosto, páginas em branco e o índice. Da página 66 em diante, vazio. Até à página 27 temos o porquê de haver eleições (os culpados) na versão do PS, a história da crise e o balanço da governação. Entre a 27 e a 66 imensos separadores…”
Nos dias que correm em Portugal, este, ou qualquer outro programa de governo, merece alguma credibilidade, seja ele apresentado por quem for, principalmente por parte do PS, PSD ou CDS, os partidos que aceitam governar o país em coligação com o FMI?
Portugal, nos próximos anos, vai ser governado por estrangeiros.
E quem está a idealizar o programa do próximo governo - FMI, FEEF, BCE - ainda está a trabalhar nele.
O resto é o “faz de conta”.

Sem comentários: