segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Alerta laranja na Figueira...

Há que reconhecer: nem toda a direita é estúpida...

"A constituição que faz de Passos Coelho primeiro-ministro" -  por João Luís Pinto, no Insurgente.

Como escreveu Gabriel Garcia Marques: "a chatice deste país é sobrar demasiado tempo às pessoas para pensarem"...

Outro tema que nos vai entreter nos próximos tempos é a “guerra da Constituição”, uma versão contemporânea das Guerras do Alecrim e da Manjerona, a conhecida obra de António José da Silva. As frases que por aí circulam, na comunicação social, do tipo “o Tribunal criou um problema para o País, uma vez que bloqueou a reforma do Estado” são todo um programa – o programa que o PSD de Passos Coelho escondeu aos portugueses durante a campanha eleitoral. O deboche argumentativo dos “governamentalistas” é tal que, pelo simples facto do governo ser obrigado a cumprir as leis da República e as decisões judiciais já nos ameaçam, como consequência, com mais aumentos de impostos e com um segundo resgate. E há um bom lote de apaniguados que repete isto até à exaustão, como se uma mentira mil vezes repetida se transformasse em verdade. A “guerra da Constituição” é um subproduto antidemocrático, alimentado por este governo para esconder os desaires das suas políticas. Um país sem lei, sem tribunais, nem “forças de bloqueio” era o que a coligação que nos governa desejava, para poder espalhar a miséria à sua vontade. Já conhecemos um país assim. Acabou em Abril de 1974. (Daqui)

O vídeo está no idioma original - tragicamente, desta vez não se pode desconfiar que a culpa seja do tradutor. E os aplausos não parecem gravação de sitcom.
Aqui está um nicho de mercado! 
Tem-se é que imprimir a Constituição da República Portuguesa em rolos de papel higiénico... 
Devem-se  vender como papos-secos!..

Grandes primeiras páginas, ou as grandes conquistas, habitando nas pequenas, por um instante...

para ver melhor clicar na imagem
Mário Jorge, que em 42 anos nunca tinha contactado com a água salgada do mar, teve de esperar mais uma semana para realizar o seu sonho. No entanto, o desejo cumpriu-se.

Apresentação da candidatura da CDU à freguesia de S. Pedro

foto de José Vidal, sacada daqui