.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Vocês deram por alguma coisa?..





O  CDS vai hoje a votos.
Paulo Portas, é candidato único.
Ia-me escapando completamente!..
Pudera.. Nem este amigo, até ao momento, deu por nada!..
Estranho, não é?..

X&Q1004

Parelha

PSD e 100% viabilizaram condições do empréstimo à Câmara Municipal da Figueira da Foz.
A bancada socialista votou favoravelmente, enquanto a oposição (PSD e 100%) se absteve.

"Adeusóvaitembora"

"Às vezes fico a pensar em como seria o mundo sem países corruptos. Ou, pelo menos, o que seria dos corruptos de todos os países sem países como a Suiça, onde eles sentem o saque a salvo.
E não posso deixar de concluir que bela revolução seria uma que começasse por arrasar a selectiva, higiénica, ordeira, civilizada, pontualíssima e altaneira Suiça, com os seus quatro minaretes. E os seus milhares de cofres-fortes, repletos do dinheiro sujo de todos os países corrompidos do mundo.
Essa sim, seria uma revolução a sério. Mas certamente os jornais chamar-lhe-iam atentado."


Via o sítio dos desenhos

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Jaime Jesus

Jaime Jesus from Ruben Cabral on Vimeo.

Será que a festa vai continuar a ser bonita, pá?...

"Queridos governos ocidentais: estiveram em silêncio durante 30 anos a apoiar o regime que nos oprimia. Por favor não se envolvam agora”, palavras de   Wael Ghonim, executivo da Google que se tornou num dos líderes da revolta.

Vantagens da moção de censura!..

A moção de censura, anunciada para daqui daqui a um mês, pode ter o mesmo efeito, no BE, que a moção de censura de 1987, teve no PRD!..

Novas da moção de censura...

Entretanto, presume-se que até daqui a um mês, o CDS vai tentar apurar se a iniciativa do BE é genuinamente uma moção de censura!..

"Lucro da Galp Energia aumenta para 306 milhões de euros"

Isto tem nome: chama-se  chulice!..

Gentes

Em Portugal o fisco é soberano e totalitário?..


Bloco de apartamentos onde foi encontrada a idosa
Se não é, então como explicar isto?..
A GNR encontrou ontem a participação do desaparecimento de Augusta Duarte Martinho, a idosa que esteve oito anos e meio morta no seu apartamento na Rinchoa, Sintra. Segundo o CM apurou, "apesar de não ser obrigado a isso, o militar enviou um carro patrulha ao local. Os elementos que estiveram no prédio falaram com vizinhos na tentativa de encontrar familiares, mas sem efeito." E o caso do desaparecimento ficou parado. A 25 de Novembro - 13 dias depois da primeira denúncia - um familiar de Augusta Martinho formalizou a participação do desaparecimento da idosa, mas numa esquadra da PSP de Sintra.
A informação foi confirmada por fonte oficial da PSP, explicando, que no mesmo dia uma equipa de investigação criminal da Divisão de Cascais se deslocou a casa de Augusta Martinho. Os agentes falaram com "vizinhos e contactaram os hospitais da área". A mesma fonte adianta que desde Novembro de 2002, data da denúncia, até Março de 2003 não surgiram novos dados, por isso, a PSP deu conhecimento do caso à GNR de Rio de Mouro, por a residência de Augusta Martinho pertencer a esta área. E o processo ficou na gaveta até terça-feira...
Pelos vistos, em Portugal a  inviolabilidade do domicílio é um direito sagrado.
Contudo, se o domicílio for vendido em hasta pública pelo Estado, sem conhecimento do dono, o novo dono  pode entrar sem problemas legais!..

Portugal, 2011!..

Sobrevivemos, neste cantinho à beira-mar plantado, numa espécie de Nottingham dos tempos modernos.
Evidentemente, que sem Robin Hood, embora nos queiram fazer crer que ele está prestes a chegar e tem nome (Pedro Passos Coelho).
Sobrevivemos, portanto, num esquema maquiavélico de rotatividade entre duas organizações promotoras de oportunismos e  tachos, com o supremo requinte de malvadez de nos quererem fazer acreditar que somos nós, os pelintras, os descamisados, os explorados, os vilipendiados,  enfim, o povo, que os escolhemos.
O povo escolhe... Mas sem critérios de qualidade ou exigência democrática, cívica e política. Escolhe, como opta por uma marca de sabonete depois de bombardeado pela publicidade. Escolhe em manada. Tudo ao monte e fé em Deus.
Este País, que é o meu, mais parece uma pocilga mal frequentada suja e cada vez mais mal cheirosa.
Sobretudo, o que para mim é o mais grave, com o futuro fortemente comprometido...

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Tão amigos que eles eram!...

"Se não apresenta uma moção de confiança, o BE apresentará uma moção de censura neste Parlamento," disse Francisco Louçã esta tarde no Parlamento.
Sócrates lamentou o facto de ser da esquerda que vem esta iniciativa e relembrou que é grave para Portugal "uma crise política".
O artigo 195, alínea f), da Constituição prevê que a «aprovação de uma moção de censura por maioria absoluta dos deputados em efectividade de funções» determina a queda do Governo.
Qual o papel do PSD no caso de ser apresentada a moção de censura?..
Cá pra mim o  PSD,  "ladra" muito, mas no fundo  aplaude tudo o que o PS tem feito...
Portanto, até ver, creio que o PS pode estar descansado.

Rápidas melhoras senhor doutor

V. Exa. faz muita falta a este País!..
Este  homem, "honesto,  que já nasceu três vezes, está doente e o juiz dispensou-o de comparecer em Tribunal."

Democracia

Tenho um Amigo que diz ter pavor das ditaduras.
Diz que ama a democracia. Estou cansado de lhe tentar explicar, mas ele não entende.
Fica aqui a explicação, sintética, sucinta e, espero, definitiva.
Democracia não é sinónima de liberdade.
Em Portugal, quer apenas dizer que há liberdade de escolha, num determinado dia.
Normalmente, de quatro m quatro anos!..
Democracia, isto é, Liberdade a sério, é outra coisa.
Sérgio Godinho, já explicou isso há muitos anos.

X&Q1003

Portugal, 1872!..

Acabava de entrar o ano de 1872.
E o novo ano que chegava interrogava o ano velho. "- Fale-me agora do povo", pedia o novo ano.
E o velho: "- É um boi que em Portugal se julga um animal muito livre, porque lhe não montam na anca; e o desgraçado não se lembra da canga!"
"Mas esse povo nunca se revolta?",  insistia o ano novo, espantado e respondia o velho: "- O povo às vezes tem-se revoltado por conta alheia. Por conta própria, nunca" . E uma derradeira questão:
"- Em resumo, qual é a sua opinião sobre Portugal?" E a resposta lapidar do ano velho: "- Um pais geralmente corrompido, em que aqueles mesmos que sofrem não se indignam por sofrer".


Este diálogo deve-se a Eça de Queirós. O mesmo Eça que escreveu sobre o Portugal de então.
 "O povo paga e reza. Paga para ter ministros que não governam, deputados que não legislam (...) e padres que rezam contra ele. (...) Paga tudo, paga para tudo. E em recompensa, dão-lhe uma farsa".


Nota:
- nunca é demais sublinhar: estávamos, repito, para que não subsista qualquer dúvida, em 1872.