quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Nem foi preciso esperar tanto tempo!..


"O futuro a Deus pertence", diz o ditado bem Português que, em conjunto com outro fantástico provérbio nacional ("devagar se vai ao longe"), tão útil foi para apagar gerações de portugueses.
Mas,  nós aqui no Outra Margem,  vamos  antecipar um acontecimento do ano 2013, que ainda está a 24 dias de começar…
O advogado Amaro Jorge, especialista em Direito Trabalho, esteve esta quarta feira no Casino Figueira, a convite da Ordem dos Advogados da Figueira da Foz, para falar aos causídicos figueirenses sobre as principais alterações legislativas do Código do Trabalho – que acredita que não vão ficar por aqui. “Ponho a minha cabeça no cepo em como, lá para fevereiro ou março, as compensações vão cair para 10 dias”, alertou.
Postagem deste blogue do passado dia 7
Passaram 5 dias e o governo já propõe isto: “indemnizações por despedimento baixam para 12 dias…”
Vão por mim... Isto não vai ficar por aqui. 
A continuar assim, lá para meados de 2013, ainda teremos é de indemnizar o patrão para sermos despedidos…

Portugal, 38 anos depois do 25 de Abril, sob gestão da "Troika" e de um governo PSD/CDS...


«Ser grande é ser incompreendido.»* (IV)

Ministro diz que fará campanha “de manhã à noite” pelo autarca…
“Por causa de Miguel Relvas, Fernando Seara adiou anúncio de candidatura”…
A estratégia passa agora por controlar danos e colar o menos possível o lançamento do candidato em Lisboa às declarações de Relvas.
Certo é que Fernando Seara será o candidato do PSD, embora ainda não exista uma data definida para o apresentar. O sentimento de alguns sociais- -democratas ouvidos pelo i sobre a forma como este processo está a ser conduzido foi expresso de viva voz pelo ex-líder do partido Marcelo Rebelo de Sousa. “Qualquer apoio que o ministro Miguel Relvas dê a um candidato é um beijo da morte.”

*Oscar Wilde