"Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha." - Confúcio

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Há dias assim...

Há dias assim, em que temos que agradecer. 
Há dias em que temos que reconhecer que tivemos sorte. 
Há dias em que acordamos bem dispostos e em que, apesar de se estar em pleno Outono, a vida nos sorri com cara de Verão.

"Precisamos, em conjunto, de lutar para incentivar a participação daqueles que andam afastados da participação activa."

- João Ataíde, presidente da câmara da Figueira da Foz, com mandato amplamente reforçado para os próximos 4 anos.

PSD/Figueira: depois da derrota eleitoral que fez recuar o partido a 1982, "Carlos Tenreiro não descarta candidatar-se à concelhia"...

para ler melhor clicar na imagem

De harmonia com o que pode ser lido na entrevista hoje publicada no jornal AS BEIRAS, Carlos Tenreiro, mesmo depois da pesada derrota de domingo passado, "vai assumir o mandato (na oposição)".
Segundo ele, e eu vou acreditar que assim vai acontecer, "vai fazer o seu melhor na defesa dos interesses do nosso concelho".
Sendo assim, era bom que continuasse a defender as bandeiras com que se apresentou ao eleitorado.
Era bom que começasse a fazer oposição esclarecendo como e onde se pode alterar o PDM. Era bom que começasse fazer oposição para clarificar a implicação financeira da redução IMI. Era bom, que fizesse oposição para ficarmos a saber os custos para abrir os postos de saúde de proximidade. Era bom que explicasse ao presidente Ataíde como se pode reduzir o preço da água.
Isto, para não perder tempo, logo na primeira reunião da Câmara Municipal.
Se Carlos Tenreiro começar por aqui, vou começar acreditar que “a política não é a condução dos assuntos públicos para o proveito dos particulares.”
Vamos a isso Doutor?
Citando Pacheco Pereira, "o PSD está numa crise profunda, que não é conjuntural"...

A não perder...


100% Surf e Bodyboard - Allianz Figueira Pro from 100% SURF E BODYBOARD on Vimeo.

Três programas com Alfredo Pinheiro Marques na RTP-Antena 2

O historiador Alfredo Pinheiro Marques (CEMAR), em diálogo com o jornalista João Almeida (RTP-Antena 2), sobre a figura histórica do Infante Dom Pedro (1392-1449), Duque de Coimbra, viajante das "Sete Partidas do Mundo" (1425-1428), autor do "Livro da Virtuosa Benfeitoria" (c.1431), Regente da Coroa de Portugal (1439-1448), assassinado pelos seus provincianos compatriotas portugueses em 1449 em Alfarrobeira, e cuja "Maldição da Memória" foi sempre orquestrada, a partir daí, pelos medíocres Poderes dominantes em Portugal (assim se falsificando, censurando, e silenciando, para sempre, a verdadeira História Portuguesa).
Todos os programas destas entrevistas semanais, ao longo deste mês e do próximo, estão disponíveis na página do programa "Quinta Essência" da Antena 2, para aí poderem ser ouvidos e descarregados.
A primeira foi para ar em 16.09.2017 e pode ser ouvida clicando aqui. A segunda foi emitada a 23.09.2017 e pode ser ouvida clicando aqui. A terceira das entrevistas passou na Antena 2 no passado dia 30.09.2017 e pode ser ouvida clicando aqui.

Foi uma beleza, não foi?..

daqui

De 1982 a 2017, uma interessante viagem no tempo eleitoral autárquico figueirense...




A viagem pode levar-nos ao encontro de surpresas. 
Olhem para os gráficos publicados acima e fiquem a conhecer as mudanças que a Figueira política viveu de 1982 a 2017...
Mas, tirem vocês mesmo as devidas ilações.
Se quiserem ver melhor, cliquem nas imagens.

Tudo...

Imagem sacada daqui
Como eu compreendo os figueirenses...
Disfarçar, por vezes, evita trabalho...
Já pensaram, quando vamos na rua e passamos por alguém que nos pergunta se está tudo bem, na resposta que costumamos dar?
Para mim é muito mais fácil e cómodo dizer que sim, do que estar a explicar  e a  remexer  naquilo que me dói. 
E lá sai o habitual tudo... 
E, com o habitual tudo, fica resolvido o problema...
Tá tudo bem, obrigado!, foi a resposta dos figueirenses  no passado domingo:  despacharam o assunto sem se incomadarem...
Até daqui a 4 anos!..

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

A arte, não é mais que um dos modos de entendermos a vida...

Mudar Já.... mais rápido não poderia ser!

O ANC-Caralhete News apurou o seguinte:
João Saltão, vai renunciar ao mandato para a Assembleia de Freguesia de Buarcos e São Julião!..

Entretanto, sabemos de fonte fidedigna que o Tenrinho está em lume brando.

Agora que estão reunidas todas as condições, Senhor Presidente todas as reuniões à porta fechada. Já!

Citando AS Beiras de hoje.
"O juiz desembargador, que em 2009 deixou a magistratura para se aventurar na vida autárquica, infligiu a segunda derrota pesada ao principal partido da oposição – o PSD. Nestas eleições, sentenciou-lhe um expressivo 6-3, reforçando o seu executivo com mais um vereador. 
Por outro lado, o PS deixou a CDU, que apresentou a autarca veterana Silvina Queiroz, longe do sonho de voltar a sentar-se na mesa das reuniões de câmara - em 2013, a coligação liderada pelo PCP esteve a um punhado de votos de conseguir o desiderato, tendo António Baião como cabeça de lista. 
Carlos Tenreiro, candidato do PSD, deverá ter passado a noite com insónias, pois viu o seu partido perder um vereador e ficar sem uma das duas freguesias que ostentavam a cor laranja – perdeu Maiorca e conservou Moinhos da Gândara. Se Tenreiro ficou com insónias, Manuel Domingues, líder da Concelhia do PSD, deve ter tido pesadelos, ouvindo vozes a sugerirem-lhe que retire ilações políticas dos resultados e que se retire da presidência. Adivinham-se, portanto, que os próximos dias serão amargos para a laranja que já foi mecânica. Quanto aos restantes candidatos à Câmara da Figueira da Foz, eles obtiveram resultados residuais". 

Portanto, Senhor Presidente todas as reuniões à porta fechada. Já!
É, apenas, mais uma porta fechada. 
Simplesmente isso? Ou mais mais do que isso? 
A primeira ideia que me invade é a de poder absoluto... 
De seguida, surge-me uma outra - que é a de proibição. 
Com alguma bondade vislumbro a ideia de segurança, mas não me consigo libertar das duas primeiras...
Depois, o Presidente fala, mas não diz nada. 
Presidente, o Senhor é que tem razão: na Figueira o povo é sereno.
No pasa nada... 

Figueira, Figueira da Foz, das finas areias...



A Figueira da Foz é cidade desde 20 de setembro de 1882 e tem, actualmente, cerca de vinte e oito mil habitantes no interior do seu perímetro urbano. 
É também a sede de um município fundado no ano de 1771.
É composto por catorze freguesias.
A área total é de 379,05 quilómetros quadrados, onde residem em permanência (recenseamento de 2011) 62.125 habitantes.
Tem uma densidade populacional de quase 164 (163,9) habitantes/quilómetro quadrado. 
Ainda há quem a considere a rainha das praias portuguesas.
Ainda tem o seu casino (ex-Casino Peninsular da Figueira da Foz), que foi inaugurado no ano de 1884, e é o mais antigo de toda a Península Ibérica.
Portanto, sempre que houver notícias, vou-as dando.

A BORDO NINGUÉM SE TEME,
NINGUÉM AQUI SE RECEIA
QUE O HOMEM QUE VAE AO LÊME
OUÇ’Ó CANTO DA SEREIA.
.
SEREIAS DA MARINHAGEM
EMMUDECERAM  AQUELLA
SOLTANDO Á BRANDA ARAGEM
A SUA CANÇÃO MAIS BELLA.
.
SE NOS ACHARMOS EM GUERRA
A NOSSA INFANTARIA
ATIRA BEIJOS P’RA TERRA
– UM PRIMOR DE PONTARIA!
.
LINDOS OLHOS DO MEU PAR
VÃO FAZER UM SERVIÇÃO,
RUTILANDO SOBRE O MAR
EM TEMPO DE CERRAÇÃO.
.
REFRÃO

OH! NOITES D’AMOR
QUE AS ALMAS SEDUZ
ENVOLVE O “VAPOR”
EM ONDAS DE LUZ.
É CANTAR SEM MEDO
Ó  MINHA BELDADE,
O MAR É DE ROSAS,
VIV’Á MOCIDADE.

O povo no seu melhor! (II)

Imagem sacada do jornal AS BEIRAS
Glória aos vencedores
E honra aos vencidos!

Hoje finalmente percebi a política figueirinhas.
Sempre me fez confusão que um executivo camarário, pretensamente de esquerda, pudesse governar 8 anos à direita, defraudando os seus eleitores, tendo como punição um voto massivo na boa direita que eles tão bem representam! 

Supunha eu, que se deveria votar à direita, mas estava enganado.
Um povo esclarecido como o figueirense veio abrir-me os olhos.
O "socialista" Ataíde fez tábua raza do que apregoou em campanhas anteriores  e, durante 8 anos,  mandou às malvas tudo o que foi prometendo,  fazendo a sua, a política de direita.

Pensava eu, burro como sou, que o eleitorado de esquerda, desapontado com esta traição, castigava-o  dando a vitória,  ontem, à oposição, colocando-o em maioria relativa!


Só um povo esclarecido me convenceria que afinal os figueirenses já estavam certos, anteriormente. 
Ontem, fizeram questão de reforçar a lição vinda do passado! 
Os resultados eleitorais, nas autárquicas 2017,  na Figueira,  conduziram a uma solução de governo em que a maioria absoluta, isto é, o poder de tudo decidir, foi concentrado num partido que representa pouco mais de 20 por cento dos eleitores inscritos!

Bem hajam, figueirenses.
Basta de realidade. Venham mais sonhos!..
Obrigadinho figueirenses esclarecidos.

Cuidado senhores do arco da governação na Figueira: se tudo correr bem, a União Nacional ainda terá futuro por aqui, substituindo-vos, porque bem mais eficaz!

domingo, 1 de outubro de 2017

O povo no seu melhor...

António Salgueiro, actual presidente da Junta de Freguesia de São Pedro, e candidato independente apoiado pelo Partido Socialista, foi reeleito presidente da freguesia com maioria absoluta. 

O Partido Socialista vai ter 7 vogais na Assembleia de freguesia local, enquanto que o PSD encabeçado por João Bertier irá contar com 2 .

1 de outubro de 2017, dia de eleições autárquicas...

A política do pão e circo, que os políticos promovem desde Roma, vai continuar  em exibição na nossa cidade. 
Este foi o dia em que a maioria dos figueirenses que votou, demonstrou e deixou registado, para todo o sempre, que o PS é mais  importante do que a Figueira.
Parabéns.
Bem hajam.

Resultados da minha Aldeia

Total de votantes 1332

Assembleia de Freguesia:
PS: 869 votos.  65,24%
PSD:  263 votos. 19,74%
CDU 89 votos. 6,608%
CDS 16 votos. 1,2%
BE 42 votos. 3,15%

Assembleia municipal
PS 791 votos. 59,38%
PSD 285 votos. 21,4%
CDU 80 votos. 6,01%
CDS 14 votos. 0,98%
BE 68 votos. 5,11%
Terra 24 votos. 1,8%

Câmara Municipal
PS 797 votos. 59,83%
PSD 202 votos. 15,17%
CDU 74 votos. 5,56%
CDS 12 votos. 0,9%
BE 60 votos. 4,5%
Terra 29 votos.  2,18%

A melhor homenagem a um político, que morreu, por estar na vida como um poeta, é chamar-le dinossauro e decorar-lhe os versos!..

Se necessário,
o poeta, qual operário,
quantas vezes em vão,
busca a palavra sentida,
anos, meses, semanas, dias
- uma vida.

Dada a minha hipertensão,
o meu médico é de opinião,
que me deixe de poesias.
- Viva a vida.

Este cão vadio, sem dono e sem trela, hoje está assim, depois de tanto reflectir: exausto...

Bom dia Figueira


...virão as boas novidades de onde menos se espera?