.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Espírito carnavalesco...

A Figueira da Foz recebeu ontem suas majestades
conforme prova a foto sacada daqui

Anda para aí muita gente
A querer enganar-nos com o PU
Mas a malta fica é contente
Se a Câmara o enfiar no …

Este nosso presidente
Quer plantar torres em todo o lado
A câmara fica contente
Faz de PU um banco privado

Esta nossa Câmara mal governada
é mesmo de lamentar,
A maioria sempre à porrada
E os da oposição nem aquecem o lugar

Os cidadãos têm razão!
O plano do Duarte Silva tem muito betão
Com tanto Betão, este Plano de Urbanização
Não merece a nossa aprovação.


Mais construção? Não!
Os cidadãos têm razão
A Praia da Claridade
Merece mais Verde e menos Betão!

(recebido por mail)

X&Q585


Conferência com o Professor Mário Frota sobre "Garantias"


A apDC – associação portuguesa de DIREITO DO CONSUMO -, que de Coimbra irradia para o País e o Mundo, e à formação, informação e protecção do consumidor se vota, organiza na Figueira da Foz uma conferência intitulada:

"OS CONTRATOS – compra e venda, empreitada, locação – E AS GARANTIAS DOS BENS de CONSUMO".

CONFERENCISTA: MÁRIO FROTA, director do CEDC – Centro de Estudos de Direito do Consumo de Coimbra, adstrito à apDC.

LOCAL: Salão de Festas da ESCOLA SECUNDÁRIA "JOAQUIM DE CARVALHO"

DIA: 25 de FEVEREIRO, QUARTA-FEIRA DE CINZAS HORÁRIO: 18.00 HORAS.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Lá diziam os antigos: "quem não rouba ou não herda, não vale uma merda..."

Da porta saúda a multidão
que em frente entontece com a vitória...
Quanta mentira!.. Quanta falsa história!..
Exigiu o preço para vencer a eleição.

Povo infeliz não vota em quem é são.
O voto da vitória vem da miséria.
Povo infeliz e de fraca memória....
O poder reflecte a podridão.

Conseguiste vencer com demagogia
dizendo que isto é democracia
Depois, foi fácil esquecer
as promessas que te salvaram de perder.

Faltaste ao prometido.
Não estranhes, que quem não herda
um dia te diga, por castigo:
raios ta partam, mentiroso de merda…

P.S.
-(Valha-nos
os novos ricos.)

X&Q593


Os dias que passam...

Portugal de verdade, por J.M. Coutinho Ribeiro, no .
“A Cavaco Silva bastou a palavra de Dias Loureiro de que nada há a apontar ao seu comportamento enquanto administrador da SLN para que o homem fosse "absolvido". E nem mesmo as mais recentes notícias que dão Loureiro a não ter falado verdade na Assembleia da República parecem demover o PR, que fez notar que não tem mais nada a dizer sobre o assunto que envolve o conselheiro de Estado. Não sei se José Sócrates já falou com Cavaco Silva sobre a «campanha negra» que o envolve. Mas se não o fez, deve fazê-lo, garantindo a sua inocência. Cavaco "absolve-o" a vida continua, poupando-se, assim, uma rima de dinheiro em investigações que, como é sabido, não levam a lado algum.”

sábado, 14 de fevereiro de 2009

O problema é transferido sempre para sul...

Legenda: "Os esporões resolvem o problema pontualmente. No entanto, transferem o problema para sul."
Na foto acima, obtida por Pedro Cruz na praia da Cova, pode ver-se claramente o recuo da linha de costa para sul do quinto molhe.

"A tendência da erosão na nossa costa é para um aumento crescente. Um dos estudos por nós realizado recorreu à análise temporal de fotografias aéreas numa estação fotogramétrica, desde 1958 até 2002. Neste período, entre o Furadouro e a Praia de Mira, registámos nalguns pontos recuos de 230 metros correspondente a uma perda efectiva do sistema praia-duna e um recuo médio da linha de costa de 6 m/ano. Há anos, registou-se em algumas zonas, durante um único temporal com duração de 72 horas, recuos da linha de costa de 15 metros”. O alerta é da Prof. Doutora Cristina Bernardes, investigadora do grupo da Geologia Costeira do Centro de Estudos de Ambiente e Mar do Departamento de Geociências da UA, unidade de investigação que estudo o fenómeno da erosão desde Janeiro de 1996.
A principal conclusão não é animadora: cada vez há menos sedimento disponível para ser transportado pelas correntes da deriva litoral, factor decisivo para o aumento da erosão na Costa de Aveiro. “A tendência na zona de Aveiro é para uma erosão muito séria e continuação do recuo da linha da costa. Os rios trazem cada vez menos sedimentos até à foz. Para esta zona, o Rio Douro é o principal contribuinte de sedimentos, mas devido às barragens uma grande quantidade fica aí retido, factor ao qual se associa as extracções de areias. As correntes estão artificialmente desnutridas de sedimento e se não têm o que depositar, dissipam a sua energia na erosão das praias e das dunas. Por outro lado, os molhes do Porto de Aveiro, os esporões e enrocamentos presentes em todo o sector acabam por ser armadilhas para o pouco sedimento disponível”.

Soluções viáveis pressupõem vontade política


No entanto, esta tendência pode reverter-se, havendo vontade política e condições económicas. Algumas das soluções apontadas passam pela transferência artificial dos sedimentos do molhe norte para o sul ou pela destruição dos esporões substituindo-os pela re-alimentação artificial das praias. “Actualmente, são estas as soluções que se têm vindo a adoptar em outras partes do mundo. Nos EUA, por exemplo, há estados onde é totalmente proibido construir esporões. Os que já tinham sido construídos foram retirados, substituindo estas intervenções invasivas pela re-alimentação artificial e periódica das praias, e realmente verificou-se uma recuperação nítida das mesmas. Estas medidas têm os seus encargos mas se avaliarmos os custos da construção de um esporão e a sua manutenção, acaba por ficar mais barato fazer a re-alimentação. Foi com esta opção que se recuperaram as praias da Costa Nova e da Barra na década de 70/80”.
Os esporões resolvem o problema pontualmente. No entanto, transferem o problema para sul.

Diferentes?.. ou todos iguais!...








Futebol local

Inatel: Alqueidão/ Costa de Lavos
Resultado e fotos aqui.
Seniores: Praia da Leirosa/ S.Caetano
Resultado e fotos aqui.
Juvenis: Cova-Gala/ Sanjoanense
Resultado e fotos aqui.
Seniores: Sepins/ Cova-Gala
Resultado e fotos aqui.

X&Q591

Ver aqui

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

PS com reservas ao casamento 'gay'!....


Somos SENHORES gajos de esquerda. Aguentámos bem o código de trabalho e o aumento da idade de reforma. Indecências destas é que não!
As distritais do PS não convivem bem com a proposta de legalização do casamento homossexual avançada por Sócrates.
"A contestação só não sobe de tom porque o autor é quem é."
Ai, esta esquerda!...

Vitor Sarmento demitiu-se

Para ler clicar em cima da imagem






Ao Diário de Coimbra de hoje, o "PS diz que Sar­men­to“pres­tou um bom ser­vi­ço". Car­los Mon­tei­ro, recor­dou que o vere­a­dor demis­sio­ná­rio «mani­fes­tou von­ta­de de sair por ques­tões pes­so­ais», uma deci­são que «res­pei­ta­mos total­men­te», e consideraou que «enquan­to este­ve e foi can­di­da­to desem­pe­nhou um papel impor­tan­te para o PS e para a Figuei­ra e, como mili­tan­te soci­a­lis­ta, pres­tou um bom ser­vi­ço, lutou e deu a cara e só temos que o lou­var».

Enquanto por cá o poder político diz: "o mar leva o mar repõe..."


Segundo o jornal Público, de hoje, o "Instituto da Água iniciou intervenção para travar avanço do mar na praia da Barra.


O Presidente do Inag esteve ontem em Ílhavo, Vagos e também na Praia da Granja, já em Vila Nova de Gaia, para verificar os efeitos da erosão na costa."

Ontem mesmo, "teve início a operação do Instituto Nacional da Água (Inag) para tentar travar o avanço do mar na praia da Barra, no concelho de Ílhavo, que tem estado a sofrer um problema de erosão costeira como já não vivia há cerca de três décadas. A intervenção prevê a movimentação de cerca de 50 mil metros cúbicos de areias e irá prolongar-se entre duas a três semanas, estando orçada em 60 mil euros. Trata-se de uma acção "pontual", segundo reconheceu o próprio presidente do Inag, Orlando Borges, uma vez que uma intervenção mais determinante terá que passar por uma concertação com as obras previstas para a barra do porto de Aveiro.
Para já, e com a movimentação de areias agora em curso, o Inag acredita estar a "minimizar aquilo que possam ser os ataques do mar" àquela que é uma das praias mais concorridas da região de Aveiro, de forma a acautelar "o futuro da próxima época balnear, como para salvaguardar os equipamentos e os bens nela existentes", sublinhou Orlando Borges, que acompanhou no terreno o início dos trabalhos.
O responsável máximo do Inag reconheceu que nas últimas semanas a costa portuguesa sofreu um cenário de "excepção", por força dos temporais registados. Refira-se que, ao contrário do que vai sendo comum nalgumas praias vizinhas, como Esmoriz e Vagueira, a praia da Barra há muito que não era ameaçada pelo avanço do mar.
Nas últimas semanas, ficou com o seu areal bastante reduzido, o que levou a Câmara de Ílhavo a reclamar uma intervenção urgente por parte das autoridades competentes.
Confirmado o início das obras, Ribau Esteves, o líder da autarquia, não deixou de se congratular com a resposta do Inag."

A comparação não pode deixar de ser feita, até porque se trata de autarcas do mesmo partido, o PSD: em Ílhavo, Ribau Esteves mexeu-se e teve resultados. Na Figueira, Duarte Silva, não se mexeu e não teve resultados.
Resta-nos aguardar que "o mar tire e o mar reponha"?...

Porque estou na blogosfera ….


Sei que desde o passado dia 25 de Abril de 2006, existe gente inquietada com a minha entrada na blogosfera ….
Para sossegar os espíritos mais inquietos, esclareço que a razão é a mais simples e prosaica possível: para guardar para a posteridade, uma pequena imagem do Portugal, do concelho e da minha Terra.
Porque a memória é importante…

X&Q590