Ernest Hemingway: «Um homem pode ser destruído mas não vencido.»

quarta-feira, 8 de novembro de 2006

"Um assunto delicado"

Jogos do Grupo Desportivo Cova-Gala para o fim de semana







Escolas:

Folgam, devido a desistência do Montemorense


Infantis:

Marialvas “B” / Cova-Gala
Sabado,11 de Novembro às 10 horas
(Jogo Fora – Cantanhede)

Seniores :

Jogo para a Taça da A.F.C.
Lousanense / Cova-Gala
Domingo,12 de Novembro às 14 horas e 30 minutos
(Jogo Fora –Lousã)


Este jogo vai ser transmitido em directo pelo
http://www.rcfm.nafigueira.com

ATLETAS COVAGALENSES COM COMPORTAMENTO HONROSO NO NACIONAL DE BODYBOARD



A terceira e última etapa do SUMOL BODYBOARD OPEN, decorreu na praia do Tonel, em Sagres.
Com os títulos ainda por decidir, Manuel Centeno e Rita Pires venceram as suas categorias e tornaram-se, assim, nos novos campeões nacionais.
William Lourenço, que era o líder do circuito até ao derradeiro heat, também teve que se contentar com o segundo lugar no ranking.
Os resultados finais da etapa foram os seguintes:

Masculino Open
1º - Manuel Centeno
2º - Hugo Nunes
3º - Miguel Prata
4º - João Barciela

Geral Final
1º.- Manuel Centeno
2º.- William Lourenço
3º.- Fabio Laureano
4º.- Jaime Jesus

De registar as classificações de Fábio Laureano (Marreta) e Jaime Jesus, que provam que o bodyboard em São Pedro tem atletas de grande nível.

terça-feira, 7 de novembro de 2006

Cada um terá de safar-se como pode (vem aí o orçamento de estado para 2007)



Se todos
contribuirmos,
com o que nos ordenam,
para a salvação
nacional!..

Todos,
ao obedecermos
à vontade dos que mandam,
desempenharemos função
fundamental!..


Eu, dependente freguês,
não vou contribuir por ai além!..
Outros contribuirão muito mais.
Como pobre teso e palerma,

para sobreviver ao que aí vem,
eu, cidadão português,
terei de adaptar-me à forma
como vivem os animais.

Para me conseguir safar,
à travessia deste perigoso mar,
em que transformaram o ano 2007,
quem é que se compromete?..

Paulo Pereira Coelho contra urbanização na Alberto Gaspar





O vereador Paulo Pereira Coelho é contra a urbanização dos terrenos da Alberto Gaspar. Mas, se tiver de ser feita, “que seja a autarquia a ganhar dinheiro a favor dos munícipes”.

Na reunião de câmara de ontem, o vereador da maioria Paulo Pereira Coelho mostrou-se contra a alteração do Plano de Urbanização (PU) nos terrenos da Alberto Gaspar, em S. Pedro. No essencial, o PS defendeu a mesma posição. Lembre-se que há dois anos os cerca de 70 trabalhadores rescindiram contrato com a empresa alegando salários em atraso.A administração da empresa sustenta que o dinheiro (perto de seis milhões de euros) da alienação dos terrenos a um grupo espanhol, que pretende construir cerca de mil fogos em altura, é para pagar aos credores, incluindo os antigos trabalhadores. Mas o vereador do PSD sublinhou que “a câmara não teve culpa” que a Alberto Gaspar tivesse chegado à situação em que se encontra.“Se os terrenos (de 12 mil metros quadrados) estão na massa falida, a câmara que vá lá e que os valorize, que os venda e que ganhe dinheiro com eles a favor dos munícipes”, sugeriu Pereira Coelho. Isto se Duarte Silva mantiver a decisão de avançar com a alteração ao PU, porque Pereira Coelho deixou claro que está contra a transformação de terrenos industriais numa área de “especulação imobiliária”.

“Um assunto delicado”

Duarte Silva, por seu turno, lembrou que aquela solução já vem do executivo municipal de Santana Lopes. E reconheceu estar perante “um assunto delicado”. O presidente da câmara sustentou que há que ter em conta as indemnizações dos trabalhadores. Todavia, Pereira Coelho defendeu que “a câmara não deve decidir sob a pressão das indemnizações”. Ao que tudo indica, o edil da Figueira vai dar luz verde à alteração do PU. E confirmou que existe um projecto com interesse imobiliário e turístico para os terrenos da Alberto Gaspar, tendo em conta a sua proximidade com a praia. No entanto, deixou a porta aberta para aceitar sugestões. Até porque, frisou, “ainda há uma série de passos a dar até à aprovação” do projecto. [in As Beiras]

Razão de véspera

Vêm aí dias feios!... Para NÓS

..............................................................................................................Foto: Pedro Cruz

Vêm aí dias feios. Muitos feios mesmo ...
Bela onda, esta, a deste mar!...
Ah, mas depois da tempestade, ainda há-de vir a bonança...
Resta-nos aproveitar tudo: a tempestade e a bonança...
Mas, é bom que não haja ilusões...
O Orçamento do Estado, para 2007, é realmente cruel...
Para o País e para a maioria dos portugueses.
Não é apenas o desenvolvimento nacional que este Orçamento compromete.
Sendo cruel para o País é, também, cruel para a generalidade dos portugueses, em especial dos mais desfavorecidos.
A grande maioria de NÓS.

segunda-feira, 6 de novembro de 2006

Garrafa vazia na praia deserta


Foto: Pedro Cruz


Porque uma praia deserta é um espaço que convida à reflexão e ao sonho...
Esta é a minha praia deserta!
Sonhem!... E reflictam sobre a garrafa vazia na praia.




“António de Oliveira Salazar
Três nomes em sequência regular...
António é António

Oliveira é uma árvore.
Salazar é só apelido.
Até aí está tudo bem.
O que não faz sentido
É o sentido que isso tudo tem”
(Fernando Pessoa)

Amanhã, continua a ser o meu dia preferido.
O que é a vida sem um sonho?

domingo, 5 de novembro de 2006

Pedra Rija 3 – Cova-Gala 3



Campo: S. Domingos

Árbitro: Filipe Rainha
Assistentes: Pinho Nunes/Joel Lemos

Pedra Rija: Tapon; Sérgio, Manelão, Zé Santos, Nuno, Agostinho (cap.), Leonardo. Diogo, Torto (aos 28 m Lourenço; aos 61 Dinis), Quinze e Júlio.

Suplentes não utilizados: Pedro, Bruno, Roque, Serafim e Henrique
Treinador: Zé Leitão

Cova-Gala: Dias; Ruizito, Copinho, Hugo, Rato, Pedro Mota (aos 70 m Alex), Tuka (aos 87 m Tó Jó), Dani, Ivo, Rui Camarão (cap.) (aos 70 João Pedro) e Lambreta.

Suplentes não utilizados: Rui
Treinador: Carlos Silva

Resultado ao intervalo: 0 – 2

Disciplina:
Amarelos: Pedro Mota (41); Ruizito (66); Júlio (73); Leonardo e Dani (78)
Vermelhos: Dias (94)

Golos: Ruizito (6 e 82 m); Lambreta (17 m); Júlio (70 e 73) Diogo (94 g.p.)

O momento

Neste domingo, o Grupo Desportivo Cova- Gala deslocou-se a Portunhos, onde obteve um resultado não totalmente positivo: empatou com o Pedra Rija, uma partida de futebol que contou para o Distrital da I Divisão da Associação de Futebol de Coimbra.
Entre as memórias do jogo ficaram os dois minutos finais.
Numa jogada corrida, o guarda-redes Dias, do Cova-Gala, e o avançado Dinis, do Pedra Rija, chocam violentamente.
O jogador da casa fica maltratado e não mais regressa ao jogo.
O guarda-redes visitante vê o árbitro mostrar-lhe o vermelho e é expulso.
O último momento do encontro é a marcação da grande penalidade, transformada no golo que ditou o resultado final de 3 – 3.
Entretanto, Dinis continuou fora das quatro linhas a receber assistência e bastante combalido em resultado do choque com o adversário.
Os colegas ainda acorreram junto à linha de fundo para comemorar o golo com o colega lesionado... Foram, porém, aconselhados a não o fazer, pois o seu colega estava em visiveis dificuldades.
Entretanto, o árbitro apitou para o final da partida.
Dinis, continuou no chão, lamacento e molhado, a receber assistência, quando abandonei o pelado do Pedra Rija a cogitar com os meus botões: perder, empatar ou ganhar um jogo de futebol, o que representa isso para um atleta amador, que amanhã tem de retornar aos estudos ou ao trabalho?
Há coisas mais importantes!..

sábado, 4 de novembro de 2006

Palhinhas, Beatas & Ramelas


FIM


Quem visitar o local onde, durante décadas, nasceram milhares de bebés, depara–se com uma maternidade fantasma que não assusta porque ainda é visível que, ali, nasceu muita gente feliz.

Para mais tarde recordar, fica o rosto politico do fecho da Maternidade da Figueirara da Foz: CORREIA de CAMPOS.



Bebé russa encerrou bloco de partos

Nos corredores da maternidade do HDFF o ambiente é sereno, mas sente-se a tristeza. Os sorrisos são tímidos, as palavras quase nenhumas e o carinho com que se abraça a última bebé ainda é maior. No entanto, há optimismo, pois fecha-se um ciclo, mas outros horizontes se abrem. A última bebé a nascer no bloco de partos do HDFF (Hospital Distrital da Figueira) veio ao mundo poucas horas depois de se conhecer a data de encerramento daquele espaço. Uma menina com 3.230 gramas, com mãe de nacionalidade russa, nasceu às 00h30 do dia 1 de Novembro, veio fechar um ciclo que durava há 59 anos e que foi criado para responder a uma necessidade de um concelho que se acreditava estar em desenvolvimento. (…) [in Diário de Coimbra]

Que tal umas muletas! ...

Foto: PEDRO CRUZ





Este contentor, está assim, sem uma roda, há pelos menos seis meses !...
Já lá colocaram grades de cerveja vazias, para tentar mantê-lo direito!...
Que tal umas muletas!...

Escolas: ganharam. Infantis: jogo foi adiado

...............................
....2.................................................... ...........3

Escolas:
A equipa liderada por João Cravo e Pedro Nunes, foi a Arazede defrontar os Águias.
O resultado final foi 3 – 2, favorável ao Cova-Gala.
Os golos dos nossos "putos" foram apontados por Tiago, Carino e Diogo .

Infantis:
Devido ao mau estado do campo, completamente encharcado e enlameado, o jogo com o Vateca foi adiado para uma data ainda por definir.

sexta-feira, 3 de novembro de 2006

Jogos do Grupo Desportivo Cova-Gala para o fim de semana


Escolas: Águias / Cova-Gala
Sábado dia 4 de Novembro ás 11horas
(Jogo fora – Arazede)

Infantis: Vateca / Cova-Gala
Sábado dia 4 de Novembro ás 11horas
(Jogo fora – Paião)

Seniores: Pedra Rija / Cova-Gala
Domingo dia 5 de Novembro ás 15 horas
(Jogo fora – Portunhos)

quarta-feira, 1 de novembro de 2006

Vai ser impossível “Nascer na Figueira” a partir de sábado



O bloco de partos do Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF) encerra a partir das 00h00 do próximo sábado.
Ao mesmo tempo, cessa também a urgência de Obstetrícia e Ginecologia, segundo uma nota divulgada pela Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC).
Perante a gravidade da situação, ontem à noite, apenas cerca de cem pessoas compareceram numa vigília de protesto contra o encerramento do bloco de partos da Figueira da Foz.
A partir de sábado, as utentes do serviço de urgência perinatal do HDFF passam a ser orientadas para a Maternidade Daniel de Matos (que integra os Hospitais da Universidade de Coimbra), Maternidade Bissaya-Barreto (do Centro Hospitalar de Coimbra) e Hospital de Santo André, em Leiria.

Meãs 2 – Cova-Gala 1


Na deslocação hoje realizada ao Campo do Meãs, o Grupo Desportivo Cova-Gala teve a primeira derrota da época.

Distrital de Infantis




Cova-Gala 18 - Águias 0

Complexo Desportivo do Cabedelo
Árbitro: Alberto Caixeiro

Cova-Gala: Pedro Duarte; João Carlos; João Manuel; Pedro (cap.); João Pedro; Paulito; Carlos Daniel; Zé Pedro; Fredy; Carlitos; Hugo e Pedro Almeida
Treinador: João Camarão e Rui Camarão

Águias: Jorge; Rui; Alex; Fábio; Tiago; Luís; Dani; João Silva; Diogo Simões; Daniel (cap.); José e Paulo
Treinador: Carlos Oliveira

Resultado ao intervalo: 11-0

Golos: Zé Pedro aos 6m, 8m, 10m, 14m, 18m; 27m, 28m (g.p), 46m; 49m e aos 60m; Fredy aos 13m e 17m; Carlos Daniel aos 18m e 34m; João Carlos aos 37m; Hugo aos 32m; Paulito aos 47m e Tiago ( p.b) aos 23m.

(Trabalho de Pedro Cruz)