.

“O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.”
- Agostinho da Silva

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Criatividade

foto AS BEIRAS
Tenho conhecido  gente com grandes e boas ideias. Mas esta, caros leitores, mas esta!..
“Este ano preparámos algo diferente. Quisemos inscrever a Figueira da Foz no Guinness. Inscrevemos e desafiamos a população e visitantes a vir bater o recorde de foguetes de mão”.
As palavras são de Isabel Maranha Cardoso, vereadora e administradora executiva da Empresa Municipal Figueira Grande Turismo.
Se é verdade - e isso está provado cientificamente - que temos as melhores ideias enquanto realizamos tarefas quotidianas, eu, que apesar do passar dos anos, mantenho aspirações a criativo, estou a tratar de arranjar um part-time como empregado doméstico...

A honra perdida do jornalismo

A notícia de primeira página do "Expresso" de sábado ("Deputado do BE João Semedo foi sócio do BPN numa clínica do Porto") é das mais inaceitáveis infâmias jornalísticas que vi em 40 anos de profissão.

Os factos são os seguintes: Semedo (hoje deputado do BE) e outros médicos criaram em 1994 uma clínica no Porto, tendo com sócio minoritário uma companhia de seguros, a Real Vida; cinco anos depois, em 1999, essa seguradora foi comprada pelo BPN, então apenas mais um banco; oito anos mais tarde, em 2007, soube-se que o BPN não era, afinal, apenas mais um banco e que os seus dirigentes se haviam envolvido numa gigantesca fraude que custou milhões aos contribuintes; Semedo já estava entretanto desligado da clínica desde 2000.

Em "O mundo a seus pés", de Orson Welles, Kane explica ao chefe de Redacção de um dos seus jornais que os factos podem não ter a mínima importância que o que torna uma notícia importante é o facto de ela vir na primeira página. Foi o que fez o "Expresso": pôs a notícia na primeira página e deu-lhe grande destaque no interior, fazendo com que os inócuos factos referidos se tornassem relevantes e lançando subliminarmente uma difusa suspeita (que suspeita?) sobre um homem honrado.
Via Jornal de Notícias

Quem nos rouba a honra, diz Shakespeare em "Othelo", não fica mais rico e deixa-nos irremediavelmente pobres. A notícia do "Expresso" rouba não só a honra de João Semedo mas a honra do próprio jornalismo.

EM DEFESA DO HOSPITAL DISTRITAL DA FIGUEIRA AD FOZ

A comissão do movimento ad-hoc que tenta travar o encerramento de serviços no Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF) receia que na base das medidas esteja a abertura de três unidades de saúde privadas no distrito. Nelson Fernandes, do movimento, disse ontem, em conferência de imprensa, que as novas unidades “precisam de clientes”.
Para o Bloco Operatório encerrar às 02H00 as cirurgias só podem ser feitas, no máximo, até às 21H00. É que o anestesista tem de acompanhar o paciente, pelo menos durante três horas, após a intervenção. E há que contar o tempo médio da duração da operação.


Via AS BEIRAS

terça-feira, 29 de novembro de 2011

De Pedro Mota Soares a Pedro “Audi” Soares

A história está no Correio da Manhã.
“O Estado não pode devolver os 19 carros de luxo das marcas Audi, BMW, Mercedes, Volvo, Renault e Volkswagen adquiridos, em regime de aluguer operacional de veículo, já em 2011, pelo anterior governo. Isto porque os contratos, alvo de concurso público, estão blindados: fonte do Governo diz que a forma como foram celebrados impede a troca de um carro caro por dois mais baratos.
Os veículos custam 20 mil euros por mês. Dezoito automóveis ficaram ao serviço do Ministério da Economia e o mais caro de todos – um Audi que vai custar 95 mil euros em três anos – foi devolvido à Agência Nacional de Compras Públicas. Esta agência, que centraliza as compras do Estado, conseguiu arranjar-lhe colocação: o Ministério da Solidariedade e Segurança Social.
Quando tomou posse, o ministro Pedro Mota Soares não tinha viatura para se deslocar e foi feito um pedido de aquisição à ANCP, que ofereceu o Audi como solução.”
Piada seca e moral da história: eis como o Ministro,  de Pedro Mota Soares passou a Pedro “AUDI” Soares!..
Pormenor importante. "O Audi A6 foi encomendado pelo anterior secretário de Estado da Energia e Inovação e actual líder parlamentar do PS, Carlos Zorrinho, que recusou prestar qualquer declaração ao CM sobre o assunto.
A "bomba" deixada por Zorrinho tem três mil cm3 de cilindrada e atinge 250 km/h."
Se alguém encontrar por aí  algum anúncio tipo,  "vendo VESPA/motivo: recebi herança", agradeço que avise.
O negócio pode interessar...

Direito à vida?.. Ok. Mas, sempre para os mesmos?.. (XX)





"O homem mais rico de Portugal está a contas com o Fisco. A Direcção de Finanças de Aveiro detectou despesas pessoais, logo ilegais, de centenas de milhares de euros na contabilidade da Amorim Holding 2. Américo Amorim recusa pagar 750 mil euros ao Estado de IRC."

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Pedro...

... O olhar tens...
E tens mais qualquer coisa especial...
Como dizer?..
És, tal como o teu avô, malicioso, mas a malícia do esperto, do sagaz.... Do travesso amigo da brincadeira, das partidas, do mordaz... Percebes?..
Assim um pouco "sacanola", mas sem prejudicar ninguém...
Gostavas de ter conhecido  o teu avô... E ele gostava de ter conhecido a ti...
És o neto mais parecido com ele...

Debate?..

O ausente!..
"A Figueira TV promove hoje, dia 28 de Novembro, pelas 21h30 no Casino um encontro onde se pretende debater os 2 anos de Gestão Autárquica.
Neste debate estarão presentes Daniel Santos, pelo movimento Figueira 100%, Lídio Lopes, Presidente da Comissão Concelhia do PSD, e João Portugal, líder da Comissão Política Concelhia do PS."
Debater é discutir, contestar, polemizar...
Se o presidente da câmara (ou quem o represente) vai estar ausente, Lídio Lopes, João Portugal e Daniel Santos vão debater o quê e  com quem?..

E que tal acabarem também com os feriados na vida eterna?..



"Portugal fica entre os países com menos feriados na Europa"...

EM DEFESA DO HOSPITAL DISTRITAL DA FIGUEIRA AD FOZ

 EM DEFESA DO HOSPITAL DISTRITAL DA FIGUEIRA DA FOZ
Para:
Ex.º Sr. Presidente da Assembleia da República, Ex.º Sr Primeiro-Ministro, Ex.º Srs. Deputados da Assembleia da República, Ex.º Sr presidente da Assembleia Municipal da Figueira da Foz, Ex.º Sr Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz


Utentes do Hospital Distrital da Figueira da Foz, cidadãos do concelho, trabalhadores no activo e aposentados, preocupados com as notícias tornadas públicas por diversos órgãos de comunicação social, reunidos no dia 19 de Novembro de 2011, na sede da Associação Tubo d’ Ensaio e após uma ampla discussão, decidiram demonstrar, a quem de direito, a sua vontade inabalável, de não apenas defender o actual Hospital Distrital da Figueira da Foz e as suas valências, mas também pugnar para que o mesmo seja dotado, de forma consequente, das melhorias e equipamentos necessários à sua manutenção e desenvolvimento como hospital de referência.
Os cidadãos em causa estão contra o encerramento no Hospital de Dia dos serviços oncológicos, que terá como consequências o aumento dos custos com deslocações e os prejuízos daí resultantes em termos de qualidade de vida para o doente e seus familiares.

Estão contra a deslocalização da VMER (Viatura Médica de Emergência), que tem prestado aos cidadãos um serviço no local que salva vidas e trás qualidade às urgências.

E estão contra o encerramento do Bloco Operatório partir das 02h às 08h. Esta ultima medida é extremamente gravosa a prazo e põe em causa a referenciação da urgência como urgência médico-cirúrgica. Esta referenciação, já em causa pela inexistência de uma unidade de cuidados intensivos polivalentes, estará irremediavelmente comprometida com o funcionamento parcial do Bloco Operatório.
Não aceitamos mais esta desvalorização do serviço público de saúde e, muito menos, esta desclassificação do Hospital Distrital da Figueira da Foz, que prejudica seriamente os cidadãos e o desenvolvimento do concelho. Esta é uma situação intolerável pelo, que se apela à indignação e oposição de todos os figueirenses, da população do concelho em geral, bem como dos concelhos limítrofes que se socorrem deste hospital.

Por isso, os abaixo assinados discordam em absoluto com o tão publicitado "provável encerramento" de vários serviços desta unidade hospitalar e pretendem que este assunto seja amplamente discutido pela tutela, bem como ver revogada a decisão das medidas preconizadas pela Administração do Hospital Distrital da Figueira da Foz.

Para assinar clique aqui

"O senhor ministro informa-se com quem?.."


Durante uma audição da Comissão Parlamentar de Economia e Obras Públicas, no final do mês passado, o deputado comunista Bruno Dias deixou o ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Pereira, sem respostas. Veja o vídeo que não passou nas televisões.

Direito à vida?.. Ok. Mas, sempre para os mesmos?.. (XIX)

domingo, 27 de novembro de 2011

Fosse eu a dever 60 euritos e já tinha a bicicleta penhorada...

foto sacada daqui
"Estado espera há oito anos por 60 milhões do caso Amadora-Sintra"!..

"Oito anos e milhares de páginas depois de o Ministério Público (MP) junto do Tribunal de Contas (TC) ter acusado 26 ex-responsáveis da Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo de terem feito, entre 1996 e 2001, pagamentos indevidos à sociedade gestora do Hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra), o juiz-conselheiro Carlos Morais Antunes ainda não decidiu se os leva ou não a julgamento"...

Mais um "F"...



Neste domingo, continuam a passar as horas  e O Fado está como eu: à espera de boas notícias...
37 anos depois do 25 de Abril de 1974 e depois do "acerto" do 25 de Novembro de 1975, tudo está a voltar ao seu lugar...
Futebol, Fado, Fátima...  E Falência...
Somámos mais um "F"...

Direito à vida?.. Ok. Mas, sempre para os mesmos?.. (XVIII)

Bom domingo

sábado, 26 de novembro de 2011

Pronto...

Depois de escutar, aqui, a  Ministra Paula Teixeira da Cruz dizer que "os incidentes ocorridos à porta do parlamento fragilizam o direito à greve", creio que não será estultícia concordar, por exemplo,  que  problemas em jogos de futebol fragilizam o direito ao futebol, agressões num matrimónio fragilizam o direito ao matrimónio, pancadaria em comícios do PSD fragilizam o direito do PSD a realizar comícios…

Direito à vida?.. Ok. Mas, sempre para os mesmos?.. (XVII)

Alguém que conheça os políticos e os partidos portugueses, o PS e o PSD, pensa que eles e os seus dirigentes têm hoje qualquer impulso para “reformar” seja o que for? O que se vê é que o que os mobiliza verdadeiramente é manter a sua base de apoio – regiões e autarquias – que é, por interessante coincidência, exactamente as áreas onde o governo mais tem cedido e onde o programa da troika é quase letra morta. Vão atirar sobre as freguesias, o elo mais fraco, onde há menos poder, porque nos concelhos não se pode mexer. No meio de cortes generalizados, as autarquias vão poder manter o nível de endividamento. Por aí adiante, como se vê com a televisão. Vejam lá se o governo prescinde do controlo da informação? Não prescinde, reforça.

JPP

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Em busca do sonho...

Recordar o paraíso...

Vá lá: alguém não se esqueceu de recordar que o paraíso, que é  actual figurino político português,  ficou definido com o 25 de Novembro de 1975.
Será que a grande obra, ainda por completar,  está embargada por suspeitas de ilegalidades?..

TROCA...

Ministro CRATO: o nome, curiosamente, escreve-se com as mesmas letras da palavra CORTA!

Pedro Melo Biscaia, aqui.

Não é difícil escrever uma verdade óbvia em poucas palavras...

O problema surge  quando a nossa curiosidade nos conduz a pormenores...

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Em Dia de Greve Geral (IV)

Passos Coelho recusa comentar...

EM DEFESA DO HOSPITAL DISTRITAL DA FIGUEIRA AD FOZ

O Movimento Cívico "Defender o HDFF" vai levar a efeito uma série de encontros/ reuniões com instituições e representantes locais dos diversos partidos políticos, no sentido de alertar e conscencializar sobre o eventual encerramento de serviços no Hospital Distrital da Figueira da Foz, bem como se "sentir o pulso" dessas mesmas
entidades sobre o assunto.

A primeira reunião acontecerá amanhã (SEXTA-FEIRA, DIA 25 DE NOVEMBRO), pelas 16h30, com os representantes do Movimento Figueira 100%.

Via blogue Defender o Hospital Distrital da Figueira da Foz

Em Dia de Greve Geral (III)

Em relação à Greve Geral, OUTRA MARGEM esteve em silêncio até às 10 horas e 50 minutos de hoje.
É claro que nunca esteve em causa o apoio a todos os trabalhadores que usam a greve como meio legítimo de protesto e de defesa das conquistas que conseguiram, a pulso, desde que existe democracia em Portugal.
Só que temos de deixar de ser paternailistas.
Mesmo considerando que a dupla Passos/Portas mentiu descaradamente na campanha eleitoral, nunca nos iludimos. Por conseguinte, não somos dos que estão desiludidos nem com o actual Governo e, muito menos, com o actual Presidente da República.
No momento próprio, votámos em conformidade, pois era fácil de adivinhar ao que esta gente vinha…
Contudo, como Povo que também somos, manifestamos a nossa solidariedade com os portugueses que têm sido miseravelmente tratados por este poder – mesmo com aqueles que, por oportunismo, ignorância ou desleixo, se alheam da vida política e colectiva, pensando que estas coisas não lhe dizem respeito.

Em Dia de Greve Geral (II)

para ler melhor
clicar na imagem
imagem sacada daqui

Atente-se no  estado a que, na Figueira,  chegou a esperança nos políticos!...

"Exortado a escolher o melhor vereador da maioria relativa socialista, o deputado municipal do Movimento Figueira 100% António Jorge Pedrosa não hesitou em afirmar que “é o chefe de gabinete (Nuno Maurício) do presidente da Câmara (da Figueira da Foz)”
Para o deputado municipal independente e ex-militante e autarca do PS, “nenhum vereador do executivo se destaca”."

Via AS BEIRAS

Em Dia de Greve Geral (I)

Veja os vencimentos dos políticos - do Presidente da República ao Presidente da Junta - clicando aqui.

Serviços mínimos

O OUTRA MARGEM aderiu à Greve Geral.
Contudo, cumpriremos os serviços mínimos.
Entretanto, para acompanhar a Greve Geral, clique aqui.

O cheiro a lama...

foto sacada daqui
Um esteiro: canal pouco profundo de fundo lodoso que enche e alaga com a maré.
Esta recordação carrega um  cheiro único e característico da minha infância: o cheiro a lama.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Hospital Distrital da Figueira da Foz: um pouco de história contada pelo Mário Bertô...….

Mário Bertô
"Antes do 25 de Abril, a Figueira tinha um hospital sem condições absolutamente nenhumas, o serviço de urgência era um espaço de verificação para de seguida enviar doentes ou sinistrados para Coimbra.
Entretanto,  na Gala estava um espaço hospitalar pronto mas encerrado. Na altura - e furtivamente - fiz uma reportagem com várias fotografias do seu interior para o Jornal de Noticias (era o correspondente na Figueira). A publicação da reportagem causou furor, ao ponto de ter sido apresentada queixa policial por entrada abusiva num espaço privado.
Após o 25 de Abril um grupo de figueirenses, entre os quais destaco o dr. Menano na altura funcionário do hospital, iniciaram um projecto para a abertura desse espaço. Foi moroso mas conseguiu-se, a partir dai foram feitas várias alterações e arranjos, pois devido ao tempo que esteve fechado, o piso e as próprias canalizações estavam todas degradadas. Quando  se iniciou o serviço hospitalar, tivemos a sorte de uma valorosa equipa de médicos de Coimbra e Figueira avançarem com o trabalho clínico que logo por todos os utentes foi louvado. Porque para além de bons técnicos sentiam o hospital como um filho.
Pelo historial, o nosso hospital é uma conquista do Povo da Figueira e não um hospital feito por interesses económicos ou eleitorais.
O hospital é nosso , tal como o conquistámos, TEMOS DE O DEFENDER."

Democracia à moda de Jardim?...

"Um deputado do PSD pode votar por 25 na Madeira"!..

Excelentíssimo Senhor Doutor Mário Soares

foto sacada daqui
ESTOU FARTO DE SI E DO SEU OPORTUNISMO POLÍTICO.

Obrigadinho Dona Manuela...

A actual política fiscal do Governo "tem como objectivo neste momento exclusivamente o aumento das receitas" .
Acabei de citar a ex-ministra das Finanças, Dona Manuela Ferreira Leite.
A antiga líder do PSD considerou ainda que o Orçamento de 2012 "não traduz" preocupação com as pessoas.
Neste momento, com esta preciosa ajuda, tornou-se ainda mais fácil constatar que Vítor Gaspar falta à verdade e que as previsões para 2012 foram “cozinhadas” para fazer as receitas fiscais atingirem os montantes pretendidos.
Esta, aliás, constutuiu uma prática de todos os ministros das Finanças que, no geral, faltaram tanto à verdade como o actual.
De qualquer maneira, obrigado Dona Manuela por nos ter dado mais uma ajuda preciosa para vermos o óbvio…

Sempre é melhor que nada...


"Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz têm “muita lata” para angariar fundos"!..


Via AS BEIRAS

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Defender o Hospital Distrital da Figueira da Foz

O Hospital Distrital da Figueira da Foz, E. P. E. é muito mais do que uma conquista de Abril. É uma conquista desta cidade e do seu concelho, assumindo um cariz tanto mais importante quanto a sua própria designação o atesta ao classificá-lo como "distrital".


Sendo o mais importante empregador do concelho, em termos de quadros especializados, o nosso hospital foi sendo, ao longo dos anos, alvo de ataques da mais diversa ordem, tendo o último acabado por privar a unidade da sua maternidade, colocando a gravidez no concelho num índice de risco digno do terceiro mundo, com os casos conhecidos de crianças a nascer na estrada - felizmente, até hoje, sem consequências graves para parturientes e recém-nascidos.


O nosso hospital, com as limitações próprias e conhecidas, ou impostas por diversos interesses, sempre aqui esteve, quase há 40 anos, conduzido por aqueles que o fizeram nascer, com profissionalismo reconhecido, dedicação (e, muito amor à camisola), cumprindo a sua missão, reconhecidamente competente.
A empresarialização do hospital não trouxe quaisquer benefícios nem à prestação de cuidados nem à qualidade dos mesmos, com pessoal médico, de enfermagem e auxiliar a prestar cuidados em condições cada vez mais difíceis, quer em termos técnicos, quer em termos motivacionais.


Agora notícias dispersas, mostram um novo esforço de “racionalização” (e de desumanização economicista), que, a concretizar-se, converterá o nosso hospital numa outra qualquer coisa, se não se estiver mesmo a pensar no seu encerramento, ou eventual privatização.


O que se pretende é, e para já, o encerramento do hospital de dia dos serviços oncológicos, que arrastará, a um mesmo tempo, o aumento dos custos para o utente e uma imensurável perda de qualidade de vida para o doente e seus familiares, com deslocações a Coimbra ou Lisboa e os prejuízos daí resultantes.


Ao mesmo tempo, prevê-se o encerramento do bloco operatório a partir das 02:00h, e a deslocalização da VMER, a viatura de emergência médica, o que, para além da consequente limitação de assistência na urgência, levará à desclassificação do hospital e à perda de qualidade de atendimento.


Não queremos, nem aceitamos, mais esta desvalorização do serviço público de saúde e, muito menos, esta desclassificação do Hospital Distrital da Figueira da Foz. Esta é uma situação intolerável com que não podemos contemporizar, pelo que se apela à indignação e oposição de todos os figueirenses, da população do concelho em geral, bem como dos concelhos limítrofes que se socorrem deste hospital.


Figueira da Foz, 19 de Novembro de 2011

Já agora era o que faltava!..

«Os políticos maioritariamente não são corruptos, não tenho dúvida nenhuma disso e é por isso que me surpreende que não façam nada. A maioria não consegue dominar a minoria. (...) Muitos são Lindas de Suza, chegaram aqui com uma mala de cartão, meteram-se num partido, ocuparam lá um cargo qualquer que dava para fazer negociatas e de repente enriqueceram».

Medina Carreira.

Natal a preto e branco na Figueira …

Os dias, como o de hoje, cinzentos, nublados e tristes são bons para o realismo.
“A câmara da Figueira  vai limitar a iluminação natalícia a dois pórticos – um na rotunda de acesso à A14, em S. Julião, e outro na rotunda do Galo d´Ouro, em Tavarede.”

ÚLTIMA HORA


O Conselho de Segurança das Nações Unidas está muito preocupado com a situação na Madeira, depois de vir a público que o Governo Regional adquiriu 3 milhões de euros em fogo-de-artifício.

«Acreditamos que Alberto João Jardim pode estar a fabricar uma bomba atómica sob a capa de fogo-de-artifício. A verdade é que 3 milhões de euros em foguetes dá para atacar o continente europeu», esclarece um membro do Conselho de Segurança que não quer dar o nome porque vai passar o ano à Madeira e teme represálias.

Entretanto, o gabinete do primeiro-ministro apressou-se a desmentir qualquer suspeita. Passos Coelho diz que acredita que Alberto João Jardim só quer mesmo divertir-se: «Não acredito que o senhor presidente do Governo Regional da Madeira esteja à procura de confusão, sabendo que nós temos dois submarinos. Ou pelo menos um, porque parece que o outro não pega, derivado à humidade do rio que arrebentou com a bateria.»

Ivo Cação

E foi de carro...

Carvalho da Silva deslocou-se à sede do PSD, para dizer ao secretário-geral, Matos Rosa, que “não se pode sacrificar tudo em nome da economia” e que o que Governo se prepara para fazer é “cortar nas condições de acesso à saúde, educação e segurança social".
E recordou: “os direitos fundamentais não resultaram de nenhum assalto, nem de nenhum desvio esquerdista no país. Foram construídos por governos onde muitas vezes o PSD esteve”...

À especial atenção dos contribuintes...




IRS 2011, aviso muito importante.

O quê?..


Eu, ir passar o ano à Madeira?..
Nem pensar!..
Como diz o Olímpio, posso ser "cubano", mas não  sou assim tão estúpido!..

Como eu compreendo Duarte Lima!..

Por onde anda o dinheiro?..

Os bancos não têm dinheiro - dizem os banqueiros.
As empresas não têm dinheiro - dizem os patrões.
Portugal não tem dinheiro – dizem os governantes.
Quase todos nós, não temos dinheiro porque os nossos rendimentos diminuiram por causa do desemprego, impostos, preço dos dos transportes, energia, combustíveis, água, taxas de saúde, etc., etc., etc...
Se o dinheiro continua a existir,  fica a pergunta: por onde anda o dinheiro?..

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Sentido de oportunidade

"Erro no OE: maioria vai dar mais dinheiro à Madeira"!..
Há erros felizes...E Justiça seja feita: Jardim sabe fazer despesa... E no momento certo...
"O Governo Regional da Madeira vai gastar mais de três milhões de euros nas iluminações decorativas de Natal e no fogo-de-artifício do fim do Ano. E dadas as presentes dificuldades de tesouraria remeteu para o Orçamento de 2012 o pagamento de 2,29 milhões de euros."

Direito à vida?.. Ok. Mas, sempre para os mesmos?.. (XVI)

"A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, recebe 7.255 euros de pensão por dez anos de trabalho como juíza do Tribunal Constitucional.
Por não poder acumular esse valor com o ordenado de presidente do Parlamento, Assunção Esteves abdicou de receber pelo exercício do actual cargo, cujo salário é de 5.219,15 euros. Mantém, no entanto, o direito a ajudas de custo no valor de 2.133 euros.
Assunção Esteves pôde reformar-se muito cedo, aos 42 anos, porque a lei de então contemplava um regime muito favorável para todos os juízes do Tribunal Constitucional.
Podiam aposentar-se com 12 anos de serviço, independentemente da idade, ou com 40 anos de idade e dez anos de serviço."

Nota: Isto não infringe nenhuma lei!..
E há antecedente!..

domingo, 20 de novembro de 2011

Bernardo "Xouriço" Jerónimo

Gente porreira...

SÓ VÍDEO...
Entretanto,    Feliz Natal, e um Ano Novo cheio de necessidades…

RESTAURANTE TAKE AWAY

Via Aventar

Surpreendido ou indeciso?..

Li no jornal O Figueirense, que João Ataíde, “foi surpreendido pela dimensão da crise e, dois anos depois de ter sido eleito presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, não esconde algum desânimo por estar a braços com muito mais projectos do que dinheiro para os concretizar.
Gostava de ter liderado o município nos tempos áureos das finanças autárquicas. Acredita que teria feito mais e deixado menos dívidas.
Agora, resta-lhe a gestão cuidada do erário público, que faz com olhos num futuro que, mesmo não adivinhando risonho, o motiva a continuar. Por mais dois anos… ou por mais seis.”
Tem a vida facilitada dr. Ataíde. Resta-lhe seguir em frente.
O problema, é saber para que lado é que isso fica, exactamente!..

O PS...

"O PS não toma posição sobre a greve geral" da próxima quinta-feira, pode ler-se no DN de hoje
No congresso da Corrente Sindical Socialista (CSS) da CGTP-IN, que hoje será encerrado pelo líder do PS António José Seguro, Laranjeiro não falou do tema - apesar de a greve ser tema central do congresso e de o apelo à participação estar afixado no púlpito.
Depois do anúncio da abstenção no Orçamento de 2012 - sem condições, mas com críticas e propostas de negociação, o PS dá o mesmo sinal para as ruas: não será pelo maior partido da oposição que a luta aquece desde já. A direcção do PS diz, mesmo assim, que "compreende os fundamentos para a convocação da greve e respeita a posição do movimento sindical".
O PS é coerente…
O PS há muito que abdicou de correr atrás do sentido real da vida…
O PS há muito que deixou de de ter principes valentes e princesas perfeitas…
O PS há muito que abandonou a maioria dos portugueses numa realidade que se chama Portugal...

Bom domingo

sábado, 19 de novembro de 2011

Voto útil

Quando há eleições, ouve-se falar muito do voto útil.
Esse tema, face à política deste governo Passos/Portas, está na ordem do dia. Só que, agora, ninguém fala dele!..
Pudera!..
Passos e Portas ficaram bem servidos e, neste momento, limitam-se a utilizar um poder que lhe proveio maioritariamente do voto dos pobres na defesa intransigente dos privilégios dos mais ricos, entre os ricos.
Existem, como sempre existiram, caminhos alternativos.
Mas faltam votos…
Úteis…

Direito à vida?.. Ok. Mas, sempre para os mesmos?.. (XV)

"Concordar com o aumento do horário de trabalho em nome do aumento da produtividade? É uma treta, uma boa parte dos lucros adicionais vão ser esbanjados como o foram no passado, as grandes empresas vão distribuir os resultados sob a forma de dividendos agora isentos de impostos, os outros vão comprar casacos para as putas que lhes servem de amantes e carros de luxo para a família.

Continuar a preferir a banca nacional? Isso significa apoiar uns sacanas que compraram os bancos nacionalizados com recurso a cambalachos, durante duas décadas exploraram o mercado em regime de oligopólio, quando sentiram as primeiras dificuldades exigiram que se pedisse apoio ao FMI e agora que estão enterrados porque não souberam gerir os seus negócios querem que sejam os contribuintes a emprestarem-se o dinheiro livre de encargos. Com sacanas destes a melhor forma de ajudar o país é recorrer à banca estrangeira, esta não se mete descaradamente na política interna e quando estiver com dificuldades vai chatear a Merkel ou o Sarkozy!

Comprar português em lojas portuguesas? Nem pensar, comprar no Pingo Doce para depois o merceeiro criar uma fundação e comprar uns quantos intelectuais para entrar na política e influenciar as eleições em seu favor para que depois nos venham cortar subsídios ou aumentar as horas de trabalho? Para quê comprar marcas portuguesas se são as empresas portuguesas que mais exigem que se regresse ao regime laboral do século XIX? Entre o ex-comunista que lidera a CIP e os gestores da Auto-Europa prefiro os segundos, do primeiro vem uma proposta de esclavagismo, dos segundos vem capacidade de diálogo e bem-estar social. Uns são empresários, os outros são sacanas com empresas."

Via O JUMENTO

Hoje, pelas 16:00 na Assembleia Figueirense, António Tavares apresenta um novo livro: "Arquétipos e Mitos da Psicologia Social Figueirense"

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Fotos...

Um blogue pode servir, entre muitas outras coisas, como bloco de notas do seu autor.
Nesse sentido, alerto: olhem para estas fotos

EM DEFESA DO HOSPITAL DISTRITAL DA FIGUEIRA AD FOZ

É publico: o funcionamento do Hospital Distrital da Figueira da Foz, com as valências com que tem estado ao serviço de largos milhares de utentes, pode ter os dias contados.
Até aqui, tirando a indignação e o alerta de uns poucos (onde este blogue, desde que o alerta foi dado, se inclui,) têm restado os habituais lamentos sobre a falta que a eventual extinção de alguns serviços fará a quem por aqui reside.
O assunto, para já, carece de discussão e de transparência.
Por isso é importante a reunião a ter lugar “no próximo sábado, dia 19 de Novembro às 15 horas nas instalações onde funcionou o Quartel do CICA e a Univ. Internacional e agora sede da Associação Tubo d’Ensaio.”
Temos de deixar de ser um povo que apenas se lamenta pelas esquinas.
Temos de assumir que muita coisa que nos acontece também é por nossa culpa e da nossa  inércia.

As cicatrizes...

Duarte Lima é um exemplo de português empreendedor com uma vida preenchida…
É um homem desta democracia. Não vai culpar a bicicleta por tudo aquilo em que porventura possa ter falhado.
Aprendeu a andar de bicicleta e percorreu muitos quilómetros.
Não teve medo de cair. Correu riscos.
Presumo que calculados…
Até ontem, “quando os inspectores da Polícia Judiciária chegaram com os procuradores do Departamento de Investigação e Acção Penal (DCIAP) à casa de Duarte Lima na Avenida Visconde Valmor, em Lisboa, o advogado e ex-deputado do PSD não ficou surpreendido. Uma fuga de informação de fonte ligada à investigação retirou todo o efeito surpresa. A notícia da detenção chegou aos jornalistas ainda durante a madrugada de quinta-feira e até Duarte Lima terá tido direito a aviso prévio de que iria ser detido.”
Vão sobrar algumas cicatrizes?...
Talvez…
Mas, neste país, esperar por que tudo esteja perfeito para se começar a ser feliz é um excelente princípio para acabar ingloriamente numa gloriosa depressão…
Citando  Gabriel Garcia Marquez: “os pobres hão-de estar sempre tão fodidos que, no dia em que a merda tiver valor, hão-de nascer sem cu.”

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Calma...

“Duarte Lima foi detido por causa do caso BPN”…
Mas, Isaltino continua a fumar charutos na rua…. Dias Loureiro continua a fazer turismo em Cabo Verde... Oliveira e Costa continua em casa a gozar a reforma e os rendimentos….
Portanto, calma…

Direito à vida?.. Ok. Mas, sempre para os mesmos?.. (XIV)

Felizmente, que existem lares para idosos em Portugal...
Penso, no entanto, que no Portugal que vai restar "pós-troika", a meia-idade vai carecer bastante deste tipo de instituições de apoio social!..  Será por essa altura da vida da maioria dos portugueses, que o problema do desemprego e da solidão irá  atingir os píncaros no Portugal “pós- troika”.
Moral da história (se é que esta história tem moral...):

A (minha) rua da minha Aldeia ontem à noite...

Para ver, clicar aqui.

aF183

Este batel faz lembrar uma mulher vulgar bem produzida: quando a conhecemos, acreditamos que vai mudar a nossa vida… Depois, perguntamo-nos para que foi, afinal, tanta excitação…

foto Pedro Cruz

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Foi o jogo do tudo...




Portugal goleou a Bósnia (6-2) e garantiu a presença no Euro 2012 (Polónia/Ucrânia), num jogo repleto de golos fantásticos.

Já foi Senhor Presidente, já foi!.. (*)

Em viagem pelos Estados Unidos, Cavaco descreve Portugal como "terra de oportunidades"!..


(* No tempo em que se podia enriquecer a comprar acções do BPN ou da SLN...)

O fim da inocência?..



"As obras da proteção da costa na Leirosa, Costa de Lavos e S. Pedro arrancam em 2012, anunciou segunda-feira o presidente do Instituto Nacional da Água (INAG) durante uma visita à Tamargeira (Buarcos)."

EM DEFESA DO HOSPITAL DISTRITAL DA FIGUEIRA DA FOZ


Trabalhadores do Hospital Distrital da Figueira da Foz, no activo e na situação de aposentados, assim como utentes e cidadãos preocupados com as notícias tornadas públicas pelos órgãos de comunicação regional, auto-organizaram-se e decidiram tomar nas suas mãos a defesa do Hospital.
Vão, assim, realizar uma reunião, aberta a todos aqueles que se queiram integrar neste objectivo, no próximo sábado, dia 19 de Novembro às 15 horas nas instalações onde funcionou o Quartel do CICA e a Univ. Internacional e agora sede da Associação Tubo d’Ensaio.