segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Se fosse rico, rico mesmo a sério, comprava uma fracção na Coroa da Burra, para lá instalar uma Recoleta. Havia de passar ali os dias a pescar, a apanhar sol, a escrever e a ler... E a cozinhar, para não pensar em nada...

foto António Agostinho

1 comentário:

Joao Catavento disse...

Um sonho para realizar, numa fase mais adiantada da vida...
Uma utopia talvez,quase incognocível, mesmo para a maioria dos espíritos mais abertos.
Fica a ideia original, de uma imaginação fértil e avançada.
Coroa da Burra, um lugar singular desta terra, e das suas gentes.