sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

A explicação é tão simples...

Se os figueirenses, nos últimos 40 anos, tivessem acompanhado com alguma atenção o que se tem passado na vida política local, teriam facilmente verificado que na Figueira, ao longo destas 4 décadas, nem os que governaram, nem os que fizeram oposição, actuaram a pensar no povo. 
Mais do que correntes políticas, ou de pensamento, a Figueira esteve sempre nas mãos de elites que detêm todos os poderes - em especial o económico.
Ao longo de todos estes anos, se tivessem estado atentos ao que se passa na sua cidade, teriam verificado que estas elites (há quem lhe chame seitas...) exerceram o poder político em função dos seus próprios interesses - individuais e de grupo
Na Figueira, a política é feita com alianças estranhas, que envolvem troca de favores, facilitação de "tachos" e atitudes e negócios difíceis de entender para o comum dos locais.
A cereja em cima do bolo, ao longo dos últimos 40 anos, tem sido a exibição permanente de diversas vaidades pessoais.
Os donos da Figueira sabem que interesses próprios, são diferentes dos interesses públicos.
Reparem no seguinte pormenor: sabem qual é a grande obra do regime que vai arrancar em Fevereiro próximo?..
Com tanta coisa que a cidade e o resto do concelho precisam, acham que, ao contrário de tudo o que é racional, é por acaso que vão ser gastos cerca de 2 milhões de euros no areal da praia da Calamidade?
Nos últimos 40 anos, PS e PSD repartiram o poder autárquico na Figueira. 
PSD 12 anos e o PS o resto do tempo.
Ambos foram iguais: associações de albergue aos apaniguados, salvo uma ou outra muito rara excepção, o que de pior a sociedade produz, gente que ganha a vida como lhe for possível, não olhando a outros interesses que não os seus.
Portanto, calma. O pó vai assentar e os mesmos do costume vão acabar por entender-se e continuar a fazer a sua vida à sombra desta democracia de maus costumes e de más práticas.

5 comentários:

Anónimo disse...

Seria bom é que nos infomassem porque fizeram o que fizeram á radio isso sim seria assunto mas falar nisso não interessa o chefe ficaria chateado.

Antonio Agostinho disse...

À rádio?...
Mas, qual rádio?
A rádio cor de rosa?
Prefiro, rádio a preto e branco...
Mas, diga lá caro anónimo: o que fizeram?...

Anónimo disse...

Também digo rádio ? qual rádio?

Rui Monteiro disse...

O Dr Tenreiro tem feito um bom trabalho e merecia ser o candidato à CM nas proximas eleiçoes pelo PSD.
Tem tido a coragem de denunciar uma lista que não faz nada pelas pessoas.
O PSD tem que mudar de agulha e pensar no futuro.

Anónimo disse...

O Tenreiro? Bolas. Esta ambiciosamente a posicionar-se. A ver se alguém lhe pega. Se lá chegar terá o mesmo destino do seu amigo Miguel. Mesmo sem um histórico de grandes executivos a Câmara da Figueira ainda não está em saldos. Ainda não é pra quem quer.