terça-feira, 5 de janeiro de 2016

62 e continuo sem um Maserati!..

Resumo da minha história de vida: 62 anos a colocar (me) questões
A maioria delas, porém, continua por responder.
Resultado: 62 e continuo sem um Maserati!
(para aqueles que se perguntam por onde andará o dinheiro do BPP, do BPN, do BES do Banif, um dos extraordinários símbolos de grandeza do carácter das «nossas» elites...)

Assim, vai ser difícil arranjar nova namorada...
Acho que a última já não gosta de mim. Presumo que seja por causa daquele anel de pechisbeque que lhe ofereci nos anos... 
Afasta-me sempre que a tento beijar. 
É a vida...
Façam como eu. Não se enervem, não desesperem, fruam a existência.
Ficar a falar sozinho, não tem nada de dramático nem de especial. Ficar a falar sozinho é, apenas, ficar a uma pessoa de falar com alguém que valha a pena.

Por hoje, tenho mais que fazer, deixo-vos com Frank Sinatra
Desde já, fica o meu bem haja a todos os que me vierem a felicitar por mais um aniversário.
Um dia bom para todos vocês também.

2 comentários:

Anónimo disse...

Parabens To e que sejas feliz nos ultimos 30 anos de vida que ainda te restam.

Antonio Agostinho disse...

Ainda há anónimos optimistas... Obrigadinho