terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Estou farto de gente sem VERGONHA na cara!

Hoje, quase todos os Jornais tentam adivinhar quanto nos vai CUSTAR, a TODOS nós, a solução do problema BANIF.

Confesso que já não me interessa conhecer o número em euros. É-me indiferente. Perdemos MUITO mais do que isso. Acima de tudo, perdemos a DIGNIDADE de um Povo que deixa IMPUNES os responsáveis!

Tudo o que, esta manhã se sabe, sobre o tema:
1) O problema ocorreu por, mais uma, INCOMPETÊNCIA do Banco de Portugal;

2) O problema estava perfeitamente IDENTIFICADO em Março de 2014 e a solução desenhada há UM ano atrás;

3) A anterior Ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, em conivência com o anterior Primeiro Ministro, Pedro Passos Coelho, decidiu ESCONDER o problema para DEPOIS das Eleições;

4) O Governador do Banco de Portugal foi RECONDUZIDO no cargo, não para continuar o processo de venda do BES (como foi anunciado), que não aconteceu, mas sim para ser CONIVENTE no ENCOBRIMENTO de mais este CRIME;

5) A Administração do Banco (TODOS os seus elementos) foi mantida em funções, NOVE meses de Ordenados e Benefícios ABSURDOS, em troca da ajuda ao ENCOBRIMENTO do CRIME.
Agora, foi preciso, em DOIS dias, inventar uma solução apressada, quando se houvesse um mínimo de coragem, honra e dignidade em algum, qualquer um, dos membros do anterior Governo, da Administração do Banco de Portugal ou da Administração do BANIF, teria havido 12 (DOZE) meses para resolver o problema.

O tema de debate de toda a semana vai ser: “quanto custa o BANIF aos contribuintes?" (nós TODOS). Repito: É-me indiferente! Perdemos MUITO mais do que isso.
Acima de tudo, perdemos a DIGNIDADE de um Povo que deixa IMPUNES os responsáveis!
E, pelo menos a dois deles (Carlos Costa e Maria Luis Albuquerque) vamos continuar a PAGAR os Ordenados e Benefícios para o resto da vida.
Quando ACABARÁ este pesadelo?

Carlos Paz, professor de economia 

1 comentário:

Blood Red disse...

Há crime! processos em cima deles, haja coragem!