quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

O mar está a invadir a freguesia de S. Pedro.

A protecção da Orla Costeira Portuguesa é uma necessidade de primeira ordem...
Como escrevemos em 11 de dezembro de 2006,  o processo de erosão costeira, a nosso ver, era uma prioridade.
Nessa época, já lá vão mais de 9 anos, estava este blogue a dar os primeiros passos e o processo de erosão costeira assumia aspectos preocupantes numa percentagem significativa do litoral da freguesia de S. Pedro - e, também, na duna logo a seguir ao chamado “Quinto Molhe”, a sul da Praia da Cova.
Por vezes, ao centrar-se a atenção sobre o acessório, perde-se a oportunidade de resolver o essencial...
Sofremos ataques e calúnias de personagens que passaram pelo poder local figueirense.
Infelizmente, a realidade é a que está presente nas fotos do jornalista Pedro Agostinho Cruz, obtidas esta manhã.
A duna a  Sul do 5º. Molhe da praia da Cova está devastada...
Ao centrar-se a atenção sobre o acessório, perdeu-se a oportunidade de resolver o essencial... 


3 comentários:

Lérias disse...

Para além da incompetencia dos homens/politicos, será que não é o mar a recuperar o que um dia lhe pertenceu?
Relembro que uns 20 anos atrás ali no limite Bairro Alto/ Bizorreiro ao perfurarem o solo para um furo artesiano a areia que vinha na sonda trazia uma grande percentagem de casca de ameijoa e berbigão.
Mas eu sou (bem) leigo no assunto para comentar mais.
Te dou força animica para continuares com essa luta. Senão te ouvirem a coisa vai ficar feia, infelizmente.

Joao Catavento disse...

Junto-me a este desperado grito de alarme, a esta realidade flagrante de risco eminente para tudo e todos, e que poderá a curto prazo, criar uma situação irremediável...

Olímpio disse...

Eu então barbeiro e cabeleireiro de profissão, não tenho palavras para este brutal desastre!! Ainda bem que alguém menciona esta calamidade, reduzindo zonas naturais ao vazio e tristeza de imensos estragos.