quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Sócrates, o elegante vencedor, num momento de verdade...


Este PSD é mau de mais... A actual liderança do principal partido da oposição está em cacos.
Esta é, no momento, a mais importante vitória da máquina de propaganda deste governo.
É uma vitória, quase em exclusivo, de José Sócrates, o sexto mais elegante do mundo.
Sócrates conseguiu o impensável: que o PSD, nestes anos de oposição, passasse o tempo na experimentação de candidatos a primeiro-ministro.
Apesar de ter sido em 2008, que aconteceram coisas (como um bloqueio de camionistas) que demonstraram que quem nos governa não tem pulso, nem argúcia, para enfrentar qualquer situação que escape ao previsível, as coisas são tão fáceis, que Sócrates de vez em quando, ultrapassando a máquina de propaganda, até se permite a um momento de verdade.

“Quando diz que, em 2009, a descida das taxas de juro, em especial dos créditos à habitação, e do preço do petróleo aumentarão o rendimento disponível das famílias para 2009, Sócrates, na sua bazófia e irresponsabilidade, diz aquilo que todos os governantes pensam, mas só ele se atreve a dizer: que o homem vive antes de mais para comprar casa, contrair crédito, comprar e andar de automóvel.
E é para isso que trabalha.
Comer, vestir-se, formar-se e divertir-se só com o que sobrar.É aliás este princípio que está por detrás do apoio generalizado à banca, porque é preciso que a banca tenha dinheiro para poder emprestar.
E é este princípio que está por detrás das baixas remunerações pagas a quem trabalha: para que quem trabalha tenha necessidade de se endividar.
Porque a banca, mesmo com a crise, tem de ter lucro, como aconteceu no primeiro semestre de 2008, em que a banca lucrou mais de mil milhões de euros só em Portugal. À bonita média de apenas 6 milhões de euros por dia”.


Temos um primeiro-ministro que veste fatos Armani, é charmoso, está entre os mais elegantes...
O que nos falta para ser felizes e acreditar num Portugal com um futuro melhor?..
Por mim falo: por enquanto, debato-me com dificuldades tremendas - nem tenho dinheiro para comprar e vestir fatos Armani, nem acredito...

3 comentários:

amordemadrugada disse...

Sócrates...o homem das elegancias...sempre a por se fino!
Safados da treta
deixo te um beijo amigo

Anónimo disse...

Apesar desta falta de despudor dos politicos, apesar da falta de justiça par os grandes, apesar da falta permanente da democracia, apesar de todos os atropelos que presenciamos todos os dias dos mais elementares valores que deviam presidir a uma sociedade justa, continuamos a mantermo-nos na nossa redoma de insignificância tentando fingir que temos uma vida e que a esperança reside num qualquer D. Quixote sem mancha de pecado que nos liberte e conduza por fim à sociedade justa e democratica que nos fizeram aspirar com os ideais da Revolução, esquecendo que a libertação depende de cada um e da sua entrega.

Ti Hortensia do Iselindo disse...

No meu tempo esse Armani, eu dizi -a-lhe mas agora não tenho tempo andu muito arreliada com as instruções da cadeira de rodas qe estão em chinês e cá no Centro do Dotór Bissaya num há ninguem que perceba. mas em voltando a esse do Armani a ultima vez que o bi foi no funeral ósdepois de o amigo dele lhe ter dado para andar ás facadas ao Armani. Õsdepois disso dizia o meu Iselindo - que a Deus o tenha lá por muitos anos - quem bestia o fato do armaninnho era do contra tá perceber? queria dizer ele quera mais pró outro lado percebe senhor do blogue o que eu lha queru dizer. Hum? Não. Olhe inda bem que não percebe. So lhe fica vem ser assim. passe bem e até logo. Hum...o socrates o armani são amigos...hum vou já contar à elbira do fagundes do talho que é toda lá pa rosa do senhor inginheiro...mas ONdé que estão as intruções da cadeira de rodas? Hãn? Debaixu du culchão? Há! no chão. Mais o aramini que as p...