segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Barbearias...


1 comentário:

C.N.C. disse...

O senhor OLÍMPIO..que grande senhor..refugiou-se na cova-gala.. depois de uma vida dedicada aos seus ideais personalizados e justos,no desporto e na rádio foi onde contactei mais com ele,onde vi e senti toda a sua dedicação e talento,homem solidário e amigo da verdade,homem simples e amigo do seu amigo,homem culto e amante do sonho.Por isso lhe pagaram com a ingratidão em terras do baixo mondego,por isso lhe complicaram a vida na selva urbana,e fico contente porque sei que ele é feliz na margem sul,onde encontrou gente de verdade e que o compreende, era isso que ele procurava,um refúgio à sua dimenção humana.Mais aventureiro do que pragmático,hoje naturalmente mais maduro e seguro no saber diferenciar o trigo do joio ,e por isso mais feliz e realizado.Tenho mesmo a certeza que ele agora já não acredita mesmo no pai natal,e só mete a carapuça quando se ajusta ao seu nível de conclusão reflectida.
A minha admiração e respeito fica aqui assinalada de forma simples para com o Senhor Olímpio Cabeleireiro,porque esta sim é uma pessoa de verdade e na verdadeira acepção da palavra.
Custódio Cruz