sábado, 10 de março de 2007

“Glória José”, barco de pesca artesanal naufragou ao entrar na barra da Figueira da Foz


(Para ampliar clicar nas imagens)
- Dois pescadores correram perigo de vida
- Felizmente, não morreu ninguém

“Glória José”, um barco com cerca de 10 de comprimento, utilizado na pesca com redes de emalhar, propriedade de um pescador com cerca de 50 anos de idade, das regalheiras de Lavos, afundou-se cerca das 15 horas de hoje à entrada da nossa barra.
A bordo estavam dois tripulantes – pai e filho – que foram resgatados ao mar. O pai, que ficou agarrado ao casco do barco, foi salvo pelo salva-vidas; o filho, foi salvo por um surfista, na praia do Cabedelo.
Como se pode ver numa das imagens, um helicóptero compareceu para prestar assistência.
Outros meios de salvamento foram deslocados também para o local do acidente: uma moto de água e um zebro dos Bombeiros. O INEM e Polícia Marítima também compareceram.

3 comentários:

Tó (da Lota) disse...

É para admirar o Salva-Vidas ter funcionado.
Se não é milagre é quase. Mas nada de fiar...Aqui pela Lota ninguém diz bem daquilo.

Anónimo disse...

"É para admirar o Salva-Vidas ter funcionado."
ou menos isso

Pópó disse...

funcionou tarde, mas funcionou!
De registar também o mau relacionamento entre os bombeiros e o hile que se deslocou à Cova-Gala.
O Heli teve que aterrar, porque não recebeu nenhuma indicação de qualquer entidade que estava a cordenar as operasções!!!
Caso inédito!!!
A prova disso foi os sete minutos que esteve no chão foi para descutir com um dos elementos que circulava no carro dos bombeiros(carro comando).
Facto esse ocorrido com várias testemunhas.
É este serviço publico que todos nós pagamos.

Pópó