sexta-feira, 9 de março de 2007

Ao quilómetro 17 da A14


Segundo "As Beiras", uma chinesa deu à luz numa ambulância do INEM na A14, quando seguia para uma maternidade de Coimbra.
A criança nasceu ao quilómetro 17 da A14, em Montemor-o-Velho, quando a ambulância se dirigia para a Maternidade Bissaya Barreto, em Coimbra.
Esta foi a primeira criança a nascer na estrada depois do encerramento do bloco de partos do HDFF, no início de Novembro de 2006.
Nascer antes do tempo é também uma forma de conseguir chegar a tempo.
O ministro da saúde confia em nós...
Quer dizer, na nossa capacidade "pró desenrascanço".

3 comentários:

Tó (da Lota) disse...

E neste assunto, está quase o negócio montado. à semelhança das clínicas privadas para fazer desmanchos, falta saber se as maternidades serão espanholas ou de algum empresário tipo Belmiro.
Coisa boa do tipo "Maternidade Continente" Tenha dois partos pelo preço de um.
Tá lindo e a andar bem. A malta vai já dizer que não, mas que se há-de fazer?

Distribuidor de chineses disse...

O que acho estranho é ter sido uma chinesa...eu realmente vejo crianças chinesas..mas não sabia que estas nasciam por cá...!
Alguém já viu as estatísticas? E já agora também não costumo ver, com tanto chineses por cá, em hospitais, centros de saúde etc. etc.. Aliás nunca vi nenhum funeral chinês. Só os vislumbro nas lojas...fora disso por onde é que eles andam?

tico-tico disse...

À atenção do senhor do blog: não foi a primeira criança a nascer na estrada, será pelo menos a segunda, pois uma senhora de Maiorca, pouco depois do encerramento, também teve a sua criança a bordo de uma ambulância, tendo sido assistida por um bombeiro da Cruz Vermelha.