sábado, 5 de agosto de 2006

Será preciso contactar o Pilatos? ...







A implantação das passadeiras na praia, que ligam a Cova ao Cabedelo, onde foi aplicada tanta, tanta, madeira, é uma obra de inegável interesse para a Freguesia de S. Pedro.
Bem de manhã, logo a partir das 5 horas, à tarde e à noite, são algumas as centenas de pessoas, da Cova e Gala e de outros pontos do nosso concelho, que utilizam esta infra estrutura para realizar os chamados “passeios higiénicos”.
A
obra é boa, mas precisa de manutenção. Como tudo, aliás.
Neste momento, há partes do percurso (talvez, também, por algum vandalismo que existe, aqui, como em toda a parte) que precisam de cuidados.
Seria uma pena que as passadeiras se degradassem irremediavelmente! ...
Mãos à obra. Se houver dificuldades, contactem o Pilatos...
Ele já contribuiu tanto...
Certamente que continuará disponível ! ...


20 comentários:

Lolita (da Vodafone) disse...

Aqueles prumos do corrimão deviam ser de eucalipto. Se fossem metidos em água salgada ainda ficavam mais rijos e assim os vândalos (bandalhos) já não os partiam. Já as travessa não. Essas têm de ser feitas de ripas de pinho queimado dos incêndios e assim os madeireiros sempre facturavam mais alguma coisita. Isto foi o que eu ouvi o meu avô dizer. Mas não podiam levar pregos porque é muito perigoso. As pessoas descalças podem ferir-se nos pés e assim. E os passadiços deviam ir mesmo até à água que era para os velhinhos poderem ir molhar os pés sem se cansarem a andar na areia. e também era bom para os bébés que assim evitavam de apanhar areia no rabinho. Por causa dos cremes, as meninas, a mesma coisa.

Agostinho disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
domingosdospassarinhos disse...

Com certeza que a Junta de Freguesia terá um plano de actividades anual, onde deve constar uma rubrica dedicada a manutenção de equipamentos, infraestruturas,etc. Espero que etas passadeiras, que na minha opinião foram uma excelente ideia, estejam lá contempladas. Ou o plano de actividades só contempla obras novas? Não sei (nem tenho que saber, porque não voto na Freguesia), mas espero que não seja assim.

rJ disse...

O unico vândalo que estraga isso é o mar seus burros da merda ...!



Isto é tudo mágoa?!

Agostinho disse...

Esparsa sua ao desconcerto do mundo

Os bons vi sempre passar
no mundo graves tormentos;
e, para mais me espantar,
os maus vi sempre nadar
em mar de contentamentos.

Cuidando alcançar assim
o bem tão mal ordenado,
fui mau; mas fui castigado.
Assim que só para mim
Anda o mundo consertado.

Camões

Tó (da Lota) disse...

Está bem, está bem. Está melhor.

domingosdospassarinhos disse...

O,ou os responsáveis pelo "blog" criaram-no para cada pessoa exprimir as suas opiniões e ao fim e ao cabo também se divertirem um pouco, como é o meu caso.
Fico muito triste quando vejo, ou melhor, leio comentários com uma linguagem ordinária, que nada dignifica o "blog" e muito menos quem os escreve, apesar de não ser identificado (como é o meu caso).
Apelo para o uso de linguagem correcta, porque temos todo o direito de discordar e exprimir essa discordância sem usar esse tipo de linguagem e de agressão pessoal.
Se assim não puder ser, repito o que disse noutro comentário: "Voltem. Estão desculpados. Ponham ordem nisto".
PS: O visado poderá comentar este meu comentário (passe a redundância, mas garanto que não dou resposta. Apelo uma vez mais à sua compreensão e que faça sózinho uma reflexão para concluir se vale a pena este tipo de comportamento.
Um abraço.

Agostinho disse...

Recordo o que está escrito, a seguir ao relógio, lado direito do blog:

O OUTRA MARGEM não é responsável pelas opiniões emitidas no espaço dedicado aos comentários. É seu propósito que haja a máxima liberdade de expressão. Se estiver a pensar insultar ou difamar pessoas ou grupos, para prejudicar a utilização leal deste espaço, informamos que é tempo perdido. Os comentários poderão ser apagados sem aviso. O OUTRA MARGEM apenas é responsável pelos textos de opinião que escreve.
A participação dos covagalenses na discussão e troca de ideias sobre os problemas da sua Terra é uma manifestação democrática e saudável de inegável interesse cívico. Foi esse o espírito dos que pensaram, criaram e mantêm este espaço.

Isto não é para enervar ninguém. Visa, tão somente, pensar e trocar impressões sobre a nossa Terra.
Relaxar é preciso! ...

domingosdospassarinhos disse...

Só escrevo para me dirigir ao Sr. António Agostinho, responsável pelo "blog".
Não sei se o seu cometário se dirigi à minha pessoa. Se é,quero esclarecer que eu apenas gostaria que no seu "blog" fosse usada uma linguagem civilizada e que não fossem feitos ataques pessoais, que não servem para nada.
Obrigado.

Agostinho disse...

É claro que o meu comentário não se dirigiu ao domingosdospassarinhos, porque o meu Amigo, embora discordando pontualmente de mim, nunca usou linguagem menos própria. Podemos não estar de acordo, mas não podemos é ser grosseiros, como certos novos riquitos que por aí circulam, nem pensar que somos detentores de toda a verdade. Creio, nos assuntos que trago à colação neste blog, ter apresentado sempre os posts no campo do debate das ideias, nunca em termos pessoais. Se houve ofendidos, aliás, fui eu e pessoas inofensivas que nada têm a ver com o que eu faço. Mas isso é um assunto que terei de resolver um dia destes, pessoalmente, com o "brincalhão" e que os frequentadores, responsáveis e de boa fé, deste espaço, são alheios.
Apareça sempre. A sua visita é agradável.
Entretanto um abraço

Agostinho disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

mais uma bestialidade?´
Tens que ter paciência.

Anónimo disse...

Parece-me qu passaram a fazer consultoria a uns pseudo jornalista da figueira, para combaterem o teu blog.
Dá uma vista de olhos pelos poemas de Alvaro de Campos.
..."É que nem há puta que os parisse"...
Alvaro de Campos (Fernando Pessoa)

Anónimo disse...

COMUNA!

Anónimo disse...

Quem?

(“Então Pilatos decidiu fazer o que eles pediam: soltou aquele que fora metido na cadeia por insurreição e assassínio, como eles reclamavam, e entregou-lhes Jesus para o que eles queriam”.)

domingosdospassarinhos disse...

Sr. Agostinho
Fico-lhe grato pelo facto do comentário não ser para mim.
Apesar de por vezes não concordar com o Sr., respeito as suas opiniões e como sabe fiquei muito chocado com a ofensa à sua pessoa e à sua familia, feita há dias atrás.
Embora não perceba muito, ou melhor não percebo nada de poesia gosto de ler os poemas que faz e aprecio muito as fotos que emite sobre a Gala-Cova.
Deste modo continuarei a aparecer e a lutar para que haja sempre debate de ideias, porque é salutar, mas de um modo educado e civilizado.
Temos que ser perseverantes, quando estamos convencidos dos nossas ideais.
Quanto aos novos "riquitos", não posso deixar de concordar consigo, por isso eu apelo uma vez mais para essas pessoas fazerem uma reflexão e verem que não é assim que passarão a ter razão.

Anónimo disse...

Bela, intempestiva e sonora declaração de identidade:
- O anónino de 5 de agosto, 2006 19:38, declarada inequívoca e solenemente ser COMUNA!

Ok, amigo está no seu direito de ser o que lhe der na real veneta.
Seja COMUNA à vontade que ninguém lhe leva a mal.
Força!!

Dino disse...

Passarinho:
Os comentários são sobre o post do blogueiro, não são para andar aqui a fazer declarações de amor até porque ele já anda aí a fazer convites para frangos a meias e tal.
Por isso deixa lá essa coisa dos elogios (que já são correspondidos) e se não quiseres comentar o post não comentas, agora vir para aqui com conversas a chamar ao choco, já começa a ser suspeito. Sr. Dr. Domingos para aqui , Sr. Dr. Domingos para ali, e tal, você escreve tão bem e não devia ser mal tratado por estes malcriadões, etc.
Tu vai mas é atacar para outro lado, pá.
Não vês que aqui é tudo gente séria?
"fazerem uma reflexão e verem que não é assim que passarão a ter razão"
Isto são maneiras de terminar alguma coisa?
Afinal é passarinho ou passarão?
Fazerem uma reflexão. Ai isso agora chama-se assim?

Anónimo disse...

credo!... Que ciumentos!...

Anónimo disse...

Olha, olha, quem ele é:
- É o dino da asneira até à sarreta!
Estás bom, pá?